Santo André arrisca no Palestra Itália

O Santo André precisa da vitória contra o Palmeiras, neste sábado, no Palestra Itália, para continuar sonhando com a classificação para a próxima fase do Campeonato Paulista. Por isso, o técnico Luiz Carlos Ferreira preparou, durante a semana, dois esquemas táticos para tentar surpreender o adversário. O Santo André vai arriscar um esquema um pouco mais ofensivo, com os meias Vânder e Fumagalli encostando no atacante Jean Carlos. Mas sem abrir mão da linha de quatro zagueiros e três volantes. "Tenho um bom time e também bons reservas", garantiu Luiz Carlos Ferreira, confiante na vitória no Palestra Itália.Nas contas do técnico, o Santo André, com 14 pontos, não pode deixar que Marília e São Caetano, com 13 pontos cada, o ultrapassem nesta rodada. "Por isso a vitória passou a ser uma necessidade, mesmo fora de casa e diante de um adversário poderoso como o Palmeiras", explicou.Para Luiz Carlos Ferreira, o "Palmeiras, do Jair Picerni, é um time corajoso, que toma as iniciativas ofensivas e sempre busca a vitória". Mas ele acha que a ausência de Marcos é um fator negativo para o adversário. "Porque ele é um dos melhores goleiros do mundo e todo jogo desequilibra mesmo. Além disso, é muito largo, tem uma sorte de elefante", afirmou o treinador do Santo André.

Agencia Estado,

05 de março de 2004 | 16h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.