Santo André descarta jogo contra o Palmeiras no interior

Diferente do que fez contra Corinthians e São Paulo, o Santo André não pretende mandar o duelo contra o Palmeiras no interior paulista. Preocupada com a ameaça do rebaixamento, a diretoria do clube confirmou a intenção de jogar a partida diante dos palmeirenses no Estádio Bruno José Daniel, no ABC, apesar das reformas no gramado.

AE, Agencia Estado

21 de setembro de 2009 | 19h04

Este jogo, marcado para dia 25 de outubro, pela 31.ª rodada do Campeonato Brasileiro, chegou a ser anunciado pela Prefeitura de Araraquara como o confronto para a inauguração da Arena da Fonte Luminosa, toda modernizada. "O Santo André pediu à CBF apenas dois jogos, contra o Corinthians e contra o São Paulo", garantiu nesta segunda-feira o vice-presidente Romualdo Magro Júnior.

A posição da diretoria foi elogiada pelo técnico Sérgio Soares. "É importante [jogar em casa], para que possamos estar perto da nossa torcida", disse o treinador, que fez elogios ao desempenho do time no empate por 1 a 1 contra o São Paulo, conquistado neste domingo, em Ribeirão Preto.

"A equipe evoluiu, teve postura, foi aguerrida e mais solidária. Já conseguimos errar menos passes. O time está saindo com mais velocidade. Mas ainda precisamos qualificar os passes", comentou Soares.

Para a partida contra o Sport, no próximo domingo, no Recife, o Santo André perdeu o meia Marcelinho Carioca e o atacante Pablo Escobar, suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Os substitutos serão definidos durante a semana. Com 25 pontos, o Santo André ocupa a 17.ª posição, na zona de queda à Série B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.