Santo André e Guarani duelam pela vaga

Mesmo antes da rodada decisiva desta quarta-feira pela Copa do Brasil um time paulista já está garantido nas quartas-de-final. É que um deles sairá do confronto entre Santo André e Guarani, às 20h30, no estádio Bruno José Daniel, no ABC. No primeiro duelo entre os dois houve empate, por 1 a 1 - portanto, quem vencer fica com a vaga.Um empate novamente por 1 a 1 levará a decisão para a cobrança de pênaltis. Um empate sem gols dá a vaga ao Santo André, pelo gol marcado fora de casa. Por outro lado, com um empate por dois ou mais gols a classificação será do Guarani, também por mesmo critério: gol marcado no campo do adversário.Este jogo marcará a despedida do técnico do Santo André, Luiz Carlos Ferreira, que assume o Sport na quinta-feira. Mais do que isso, colocará frente a frente dois times de divisões diferentes, o que é significativo em relação ao primeiro jogo que foi realizado no dia 14 de abril. Naquela ocasião, o Guarani ainda não contava com reforços para a disputa do Brasileirão. Agora está completo.Por outro lado, o Santo André tem um bom time para a disputa da Série B. "Tenho confiança em ficar com a vaga", disse Luiz Carlos Ferreira, que concentrou o time desde domingo na cidade de Jarinu. Joel Santana, do Guarani, confirma a expectativa. "Nosso time está evoluindo e só precisa superar o trauma pela última derrota, por 3 a 2, diante do São Paulo", afirmou.No Santo André, o técnico Luiz Carlos Ferreira resolveu fazer mistério na escalação. Mas deve mandar a campo o volante Dirceu e o atacante Osmar, que teriam atuado dois jogos pela Campeonato Brasileiro sem condições legais. Dirceu está confirmado no lugar de Marquinhos Bolacha, que já defendeu a Portuguesa Santista na própria Copa do Brasil. Na defesa, Da Guia ocupará a vaga de Valdir e Gabriel substitui Alex. As duas mudanças são por causa de contusões.No Guarani, a idéia era manter a mesma base. Mas tudo foi mudado de última hora, a começar pelo esquema 3-5-2, que acabou substituído pelo 4-4-2. O zagueiro Juninho, machucado, sai para a entrada do volante argentino Loscri. E, por opção técnica, Patrick será o lateral-esquerdo no lugar de Nil. No meio-de-campo, o meia Luiz Fernando tem a primeira chance de começar jogando. "Posso garantir quer é o melhor que temos no momento", avisou Joel Santana. Mas a grande esperança é mesmo o veterano Viola, que marcou seis gols nos últimos seis jogos no Guarani.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.