Santo André ganha da Ponte por 1 a 0

Lutando contra o rebaixamento, a Ponte Preta não abriu mão da catimba, atrasando em dez minutos o início do jogo com o Santo André e, depois, mais 10 minutos no segundo tempo. Mas no final, mesmo com um homem a mais em campo, acabou perdendo por 1 a 0, neste domingo, em Campinas.Apesar da derrota, a Ponte se livrou do rebaixamento por conta dos outros resultados, terminando com 22 pontos, na 15ª posição do Campeonato Paulista. E o Santo André ficou com 33, em quarto lugar.Enquanto o time da Ponte retardava o início do jogo, ficando no vestiário, dentro de campo o técnico Sérgio Soares explicava os motivos para escalar um time misto no Santo André. "Temos um jogo importante na terça-feira, contra o Palmeiras, pela Libertadores, e precisamos manter o equilíbrio. Então, escalamos um grupo diferente, mas que também pode vencer", justificou.Depois de dez minutos de atraso, que podem lhe custar uma multa de R$ 40 mil, a Ponte confirmou o esquema 4-5-1. Assim, dominou as ações do jogo, mas não teve poder de finalização para marcar o gol. O Santo André, cauteloso, praticamente não atacou.O segundo tempo começou, de novo, com dez minutos de atraso. Além disso, o Santo André voltou com Richarlyson no lugar de Leandro e jogou melhor.A Ponte chegou a mandar duas bolas na trave, com Roger, aos 11, e Éverton, aos 12 minutos. Mas o Santo André, mesmo com a expulsão do zagueiro Diego Padilha, conseguiu marcar seu gol. Aos 46, Richarlyson cobrou falta e Makanaki aproveitou o rebote para fazer 1 a 0.

Agencia Estado,

17 de abril de 2005 | 19h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.