Santo André ganha e assume a liderança provisória

Time do ABC está com 33 pontos - um a mais do que o Santos, que joga neste domingo - após os 4 a 1 sobre o Bragantino

AE, Agência Estado

20 de março de 2010 | 21h46

O Santo André não precisou se esforçar muito para golear o Bragantino por 4 a 1, neste sábado, no estádio Bruno José Daniel, no ABC, pela 15.ª rodada do Campeonato Paulista. Além de se reabilitar da derrota para o Corinthians, o time da casa André assumiu, mesmo que provisoriamente, a liderança isolada, com 33 pontos - um a mais do que o Santos, que recebe o Ituano, neste domingo, no Pacaembu.

Veja também:

lista SANTO ANDRÉ - As notícias do time

lista BRAGANTINO - As notícias do time

lista PAULISTÃO - Leia mais do torneio

tabela Classificação | lista Tabela

O Santo André tem as mesmas 10 vitórias do Santos, mas agora é dono do melhor ataque: 38 a 36. O Bragantino, que não vence há cinco rodadas, continua com 14 pontos e, por sorte, ainda está fora do rebaixamento, em 16.º lugar.

Determinado a buscar o gol rapidamente, o time da casa abriu o placar no primeiro minuto. Carlinhos ameaçou cruzar, mas chutou forte e surpreendeu o goleiro Gilvan. Ele ainda tocou na bola, mas a mesma bateu na trave e ficou quicando na pequena área. Na ânsia de salvar, o zagueiro Gustavo mandou contra suas próprias redes.

Aos oito minutos, saiu o segundo gol. Bruno César cobrou falta pelo alto e o goleiro Gilvan não evitou o gol, alegando ter sofrido uma falta de Nunes, que estava em posição duvidosa. E a situação do Bragantino ficou mais complicada aos 28 minutos, quando o zagueiro Murilo Henrique segurou Nunes pela camisa e foi expulso.

Já com um jogador a mais, o Santo André marcou o terceiro gol aos 33 minutos. Bruno César lançou entre as pernas do zagueiro, Rodriguinho pegou em velocidade, passou pelo goleiro e chutou de perna esquerda.

No segundo tempo, já com chuva e muitos relâmpagos, o Santo André visivelmente entrou para tocar a bola. Sofreu um gol aos 12 minutos, quando a defesa rebateu mal e Léo Jaime teve tempo de ajeitar e bater no alto. O Bragantino, porém, não mostrou força e competência para ameaçar.

Aos 40 minutos, Carlão cometeu falta sobre Bruno César e foi expulso direto. Aos 42, o mesmo Bruno César, melhor em campo, cruzou na medida para Wendel, que tinha acabado de entrar, cabecear e fechar a goleada.

No meio de semana, os dois times voltam a campo pela 16.ª rodada. O Santo André joga novamente em casa e na condição de favorito, na quinta-feira, às 19h30, contra o Monte Azul. Na quarta, às 21h50, o Bragantino recebe o São Paulo, no estádio Nabi Chedid, em Bragança Paulista.

Ficha técnica

Santo André 4 x 1 Bragantino

Santo André - Júlio César; Cicinho, Cesinha, Toninho e Carlinhos; Ale (Wendel), Gil, Bruno César e Pio (Mariano Torres); Nunes (Rodrigão) e Rodriguinho. Técnico: Sérgio Soares.

Bragantino - Gilvan; Marcelo Godri, Gustavo e Murilo Henrique; Diego Macedo, Francis, Paulinho, Rodriguinho (Carlão) e Amaral; Léo Jaime (Lúcio) e Frontini (Alex Afonso). Técnico: Marcelo Veiga.

Gols - Gustavo (contra), a 1, Bruno César, aos 8, e Rodriguinho, aos 33 minutos do primeiro tempo; Léo Jaime, aos 12, e Wendel, aos 42 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Toninho e Gil (Santo André); Frontini e Gustavo (Bragantino).

Cartões vermelhos - Murilo Henrique e Carlão (Bragantino).

Árbitro - Marcelo Rogério.

Renda - R$ 28.380,00.

Público - 1.689 pagantes.

Local - Estádio Bruno José Daniel, em Santo André (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.