Santo André jogará como time copeiro

O discurso do técnico Sérgio Soares de que o Santo André deve adotar o estilo copeiro para começar a vencer na segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série B contaminou os jogadores. Depois de perder para o Grêmio na rodada de abertura, em casa, eles se convenceram de que devem jogar como o time gaúcho: priorizando a forte marcação e saindo nos momentos oportunos para tentar o gol. Os atletas não querem que esta postura se confunda com medo. Neste sábado, o adversário será o Santa Cruz, em Recife. Além de ter sido o time de melhor campanha na primeira fase, os pernambucanos ainda têm a melhor média de público do campeonato: 16.293 pessoas. Há a expectativa de mais de 40 mil torcedores para esta partida. Soares ainda estuda mudanças no time como a entrada de Makanaki em lugar de Sandro Gaúcho, no ataque, de Da Guia na lateral direita e a volta de Marco Antônio no meio-de-campo. Além dele, Careca e Marquinhos são opções para o setor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.