Santo André perde mais dois jogadores

A diretoria da Ponte Preta acabou com o sonho do Santo André, que esperava contar com o lateral-direito Alexandre e o meia Vander no jogo diante do Guarani, quarta-feira, no Brinco de Ouro, pela terceira fase da Copa do Brasil. O problema é que os dois, contratados recentemente, já foram integrados ao elenco do clube de Campinas, que iniciou nesta segunda-feira um período de treinamento na cidade de Jarinu.Havia a expectativa no Santo André de que os dois fossem liberados para este primeiro jogo com o Guarani. Mesmo porque, o clube já perdeu seis jogadores, negociados recentemente: o volante Cléber Gaúcho, o meia Fumagalli, o lateral-esquerdo Cláudio, o atacante Edmilson, o lateral-direito Alexandre e o meia Vander. O atacante Jean Carlos e o volante Ramalho receberam propostas e também podem ser os próximos a sair. Tudo por causa da falta de planejamento da diretoria do Santo André, que não esperava que a equipe chegasse tão longe na Copa do Brasil e fez contratos até o término do Campeonato Paulista. Assim, sem compromisso com o clube, muitos acertaram com novos times.Enquanto isso, o Santo André está treinando em Indaiatuba, na região de Campinas. O técnico Luiz Carlos Ferreira ainda não tem a definição da equipe, mas sabe que terá dificuldades. "O Guarani é um time forte e terei que armar muito bem o Santo André. Se não tivéssemos perdido alguns atletas ficaria menos difícil. Mas são ossos do ofício. Vamos trabalhar para ter um time bem organizado em campo", explicou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.