Santo André pode sofrer desmanche

Uma das surpresas na terceira fase da Copa do Brasil, o Santo André ainda comemora a eliminação do Atlético Mineiro e a classificação inédita. Mas inicia a preparação visando o primeiro jogo contra o Guarani, dia 14 de abril, com mais duas baixas no elenco. O lateral-direito Alexandre e o meia Vander se desligaram do clube e se apresentam, nesta sexta-feira, na Ponte Preta. Os dois atuaram na derrota por 2 a 0 para o time mineiro, mas que garantiu a vaga em razão da vitória no jogo de ida por 3 a 0.Nem a diretoria do Santo André esperava ir tão longe na competição. Os contratos dos seus jogadores foram feitos até dia 31 de março, portanto, apenas para o Campeonato Paulista.Assim perdeu o meia Fernando Fumagalli para o Marília, o volante Cléber Gaúcho para o Criciúma, o lateral-esquerdo Cláudio e o atacante Edmilson para a Portuguesa de Desportos e Alexandre e Vander para a Ponte Preta. Outros dois jogadores podem deixar o grupo. O volante Ramalho garante que tem várias propostas, uma delas do Guarani. Além disso ele tem compromisso com o Santa Cruz-PE até 2007. O atacante Jean Carlos também afirma ter ofertas tentadoras.Diante de tantas baixas, o técnico Luiz Carlos Ferreira procura dar moral para os garotos revelados no próprio clube. "No Mineirão a gente tinha à disposição nove jogadores jovens, na faixa de 21 a 22 anos. Os meninos estão jogando com amor, com dedicação e têm uma identificação muito grande comigo", revela. "Também estou sem contrato, mas não posso abandonar o barco agora".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.