Santo André põe culpa na arbitragem

Pela primeira vez desde que assumiu o comando doSanto André, o técnico Sérgio Soares reclamou da arbitragem. Ele não suportou a atuação do mineiro Cléver Assunção Gonçalves na partida de sexta-feira, em que seu time foi derrotado por 1 a 0, pelo Grêmio em casa. Inconformado, ele disse que se a CBF não tomar providências e colocar árbitros de qualidade nos jogos da Série B, todo o trabalho para a conquista do acesso pode ir por água abaixo. "Nós produzimos bem, infelizmente o árbitro interferiu muito no resultado, e, consequentemente, no título e no andamento da equipedaqui para a frente na competição. Falei para o presidente JairoLivólis e para o vice Celso Luiz que precisamos de árbitros de primeiro escalão. Não quero mais passar por esse tipo desituação e temos que pedir uma atitude à CBF", reclamou.Claramente indignado com a atuação de Gonçalves, Sérgio Soares soltouo verbo. "Ele (Cléver) foi incontestável no meu modo de ver. Nãopelo lance de gol, mas no decorrer da partida, não marcando ouinvertendo faltas claras para a nossa equipe. Não sou de falar da arbitragem, mas hoje foi demais. Infelizmente a camisa doGrêmio pesou na hora de apitar", desabafou. A alternativa, agora, é buscar a reabilitação dentro do Grupo A, nopróximo sábado, em Recife, contra o líder Santa Cruz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.