Santo André se refugia para pegar Guarani

O Santo André vai esquecer por uma semana o desastreque foi a partida contra o Avaí pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro da Série B para se concentrar na partida decisivaque tem pela Copa do Brasil, dia 5, contra o Guarani. Em Florianópolis, o time dirigido pelo técnico Luiz Carlos Ferreira foiderrotado por 3 a 1. Os treinos serão realizados em Jarinu, interior de São Paulo. Na primeira partida das oitavas-de-final da Copa do Brasil, o Santo André empatou por 1 a 1, em Campinas. Viola, de contrato novo e que marcou o gol bugrino, preocupa Ferreira. "O Guarani é forte e vai contar com o Viola, que decide em jogos importantes e difíceis. Durante a semana, em Jarinu, vamos trabalhar muito a marcação", avisou o treinador. Para se classificar à próxima fase, o Santo André precisa de um empate sem gols. Se repetir o placar de Campinas - 1 a 1 -haverá decisão nos pênaltis. Empate com dois gols ou mais a vaga na próxima fase será do Guarani. O time do Santo André perdeu vários jogadores para outros clubes e segundo Ferreira, ainda faltam peças de reposição."Precisamos de jogadores para várias posições. Vamos reconstruir o time. A diretoria já está correndo atrás de reforços."

Agencia Estado,

28 de abril de 2004 | 17h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.