Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Santo André sem tempo para comemorar

Mal deu para comemorar a classificação inédita para a fase semifinal da Copa do Brasil e o Santo André já está se preparando para mais uma batalha dentro do Campeonato Brasileiro da Série B. A surpresa paulista vai enfrentar o Remo, domingo, às 16 horas, no Estádio Baenão, em Belém-PA. O treinador Péricles Chamusca é um dos mais confiantes no crescimento do time após o triunfo sobre o Palmeiras. "Mostramos diante do Palmeiras, um dos melhores times do futebol brasileiro, que temos condições de vencer jogando bola. É assim que vamos atuar em todos os jogos. Nos preparamos para um jogo difícil e conseguimos mostrar o valor de nosso grupo. Será assim também na fase semifinal da competição e também no Campeonato Brasileiro", promete. Nas semifinais, o Santo André vai enfrentar o XV de Novembro de Campo Bom-RS, outra surpresa da competição. Entre os heróis da Copa do Brasil, após o empate de 4 a 4 com o Palmeiras, o mais festejado ainda era o atacante Tássio. Reserva, ele entrou no jogo aos 35 minutos do segundo tempo e se diz "predestinado" a marcar o gol de empate a um minuto do final. "Entrei com a missão de empatar o jogo e consegui. Daí lembrei uma história do passado, que me deixou muito emocionado", comentou. Um amigo, chamado Célio, há vários anos atrás, quando Tássio ainda começava a carreira, lhe disse que um dia ele ia marcar um gol e eliminaria o Palmeiras, seu clube de coração e de toda a família. "Aquilo veio na minha cabeça na hora, no momento da comemoração, e chorei bastante", disse. Numa coisa todos concordam: eliminar o Palmeiras dentro do Estádio Palestra Itália é o combustível que o time precisava para resgastar em campo os 12 pontos perdidos no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). A diretoria espera reverter a condenação que sofreu no STJD e recuperar os 12 pontos que perdeu por escalar os jogadores Valdir e Osmar, irregularmente nas duas primeiras partidas da competição. A sessão que vai analisar o recurso do time do ABC ainda não está marcada. Por enquanto, o time soma menos sete pontos. Para enfrentar o Remo, o técnico Péricles Chamusca não terá problemas para escalar o time. Todos os jogadores estão à disposição e praticamente confirmados, uma vez que não haverá tempo para treinamento. O elenco se apresentou na sexta-feira à tarde, fez exercícios leves e a delegação segue logo cedo, neste sábado, às 6 horas, para Belém, numa viagem cansativa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.