Santo André tem nova chance no STJD

Mesmo sem entrar em campo, o Santo André espera ganhar seis pontos nesta quinta-feira pelo Campeonato Brasileiro da Série B. Depois de sofrer a punição de 12 pontos por conta da escalação irregular dos jogadores Osmar e Valdir, o clube passou a brigar contra o rebaixamento para a Série C. Entretanto, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STD) marcou para as 18 horas de quinta-feira um novo julgamento que pode devolver ao clube seis pontos referentes à partida contra o Paulista, realizada dia 24 de abril, na estréia da equipes na competição. Se for absolvido, o Santo André passará a somar 26 pontos e entra de vez na briga por uma das oito vagas na segunda fase da Série B. Se não tivesse sido punido, o clube ocuparia a quinta colocação com 32 pontos, atrás apenas de Náutico, Bahia, Brasiliense e Fortaleza. Ao contrário disso, está na 17º colocação com 20 pontos. O técnico Sérgio Soares, que assumiu o time após a ida de Péricles Chamusca para o São Caetano, está confiante na vitória no STJD. "Eu acredito que o Santo André vai reaver esses pontos porque a falha não partiu da nossa secretaria. Mas eu já conversei com o elenco e disse para que todos os atletas ficassem concentrados nos nossos treinos e jogos. Temos de somar pontos em campo e deixar que o departamento jurídico do clube cuide desses casos", afirmou. O Santo André seguiu nesta quarta-feira para o Rio Grande do Sul, onde enfrenta na sexta-feira, às 20 horas, o Caxias, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O técnico Sérgio Soares não terá nenhum problema para escalar o time, mantendo a mesma formação que venceu o líder Náutico, por 2 a 0, na última rodada.

Agencia Estado,

25 Agosto 2004 | 17h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.