Santo André tira lições da derrota

Apesar de ter conhecido sua primeira no Campeonato Paulista, o Santo André conseguiu tirar lições e sair fortalecido com o resultado de 2 a 1 para o Palmeiras, no estádio Palestra Itália. Para o técnico Luiz Carlos Ferreira, o time visto no segundo tempo é o que ele espera pelo resto da competição. "Independente do resultado, soubemos como tirar forças da dificuldade de ter um homem a menos e poderíamos ter até vencido o jogo. Fomos homens no segundo tempo, mas faltou o gol. Estou satisfeito", concluiu Ferreira.Mas se gostou muito da atuação de seus comandados na segunda etapa, o mesmo não pode se dizer da expulsão do volante Ramalho, aos 11 minutos do segundo tempo. O técnico adiantou que o jogador será punido e até deixou escapar uma desavença com o volante. "Atrapalhou muito. Eu ia colocar o Gian (meia) no jogo quando ele deu aquela porrada, até infantil, e tivemos que mudar a estratégia. Ele vai seguir a política do clube e vai ser multado", prometeu Ferreira.Outro que se mostrou pouco preocupado com o resultado e satisfeito com o poder de reação do time foi o centroavante Sandro Gaúcho, que estreou no ano como finalizou 2004, marcando gols. "É gratificante marcar gols, mas gostaria de ter vencido o jogo. Mesmo com o resultado, o segundo tempo mostra que temos muita qualidade. Em derrotas como esta tiramos lições importantes", salientou o atacante.Na próxima rodada, o Santo André enfrenta a Portuguesa, no ABC Paulista, às 20h30. Para Luiz Carlos Ferreira, se o Santo André aplicar a mesma estratégia e a mesma garra da segunda etapa, a vitória acontecerá naturalmente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.