Marcos de Paulo/AE
Marcos de Paulo/AE

Santo André vence no Engenhão e afunda Botafogo

Com bom futebol, time paulista ganha por 2 a 1 e deixa a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro

AE, Agencia Estado

19 de agosto de 2009 | 22h09

O Santo André se saiu melhor na briga direta para fugir da zona de rebaixamento diante do Botafogo e venceu por 2 a 1, nesta quarta-feira, em partida disputada no Engenhão, na estreia do técnico Estevam Soares na equipe carioca. O time paulista não vencia um jogo há oito rodadas.

 

Veja também:

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

A vitória deixou o Santo André provisoriamente fora da zona da degola, com  21 pontos. Já o Botafogo entrou na zona de descenso ao se manter com 20 pontos.

"Cometemos muitos erros no primeiro tempo. Temos que conquistar pontos fora de casa de qualquer maneira para sair dessa situação incômoda", pregou Leandro Guerreiro, ao fim da derrota do Botafogo.

O início do jogo foi terrível para os cariocas. Completamente desarrumado em campo, o Botafogo dava muitos espaços, errando muitos passes na saída de bola.

Logo aos quatro minutos, Cicinho fez boa jogada pela direita e tocou para Júnior Dutra. O meia fez boa jogada, deixou Emerson caído e tocou na saída de Flávio, abrindo o placar.

Mesmo jogando mal, os donos da casa tiveram a chance do empate quatro minutos depois, mas André Lima perdeu a oportunidade clara.

Os paulistas, precisando da vitória para se reabilitar, continuavam levando muito perigo nos contragolpes. Aos 15, Juninho bobeou e foi desarmado por Júnior Dutra. O jogador avançou e cruzou com precisão para Nunes apenas completar para as redes: 2 a 0.

Totalmente desarticulado, os jogadores do Botafogo passaram a ter de lidar com as vaias de sua pequena torcida presente ao estádio. Mas a arbitragem apareceu para dar uma mãozinha. Em bola alçada na área, André Lima subiu, foi tocado de leve por Vinícius Orlando e desabou. O árbitro marcou a duvidosa penalidade. Aos 41, o atacante cobrou e diminuiu.

Mas o Botafogo não conseguiu ir além disso. Continuou mostrando as mesmas deficiências técnicas da época em que era treinada por Ney Franco. Estevam Soares até tentou tornar o time mais ofensivo, colocando Thiaguinho e Reinaldo nos lugares de Eduardo e Jônatas. A equipe pressionou mais, mas sem qualquer eficácia.

O Botafogo tentará a reabilitação na próxima rodada, diante do Corinthians, domingo, no Pacaembu. O Santo André, por sua vez, vai receber o Coritiba, no Bruno José Daniel, no sábado.

BOTAFOGO 1 X 2 SANTO ANDRÉ

Botafogo - Flávio; Emerson, Juninho e Eduardo (Thiaguinho); Alessandro, Leandro Guerreiro, Batista, Jônatas (Reinaldo) e Michael (Rodrigo Dantas); Victor Simões e André Lima. Técnico: Estevam Soares

Santo André - Neneca; Cicinho (Élvis), Cris, Vinícius Orlando e Gustavo Nery; Fernando, Sidney, Júnior Dutra (Cesinha) e Arthur; Rômulo e Nunes (Malaquias). Técnico: Alexandre Gallo

Gols - Júnior Dutra, aos 4, Nunes, aos 15, e André Lima (pênalti), aos 41 minutos do primeiro tempo

Cartões amarelos - Eduardo, Victor Simões, Batista (Botafogo); Júnior Dutra (Santo André)

Cartão vermelho - Vinícius Orlando (Santo André)

Árbitro - Renato Cardoso da Conceição (MG)

Renda e Público - Não disponíveis

Local - Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.