Santos acerta com Fernando Diniz e mais 2

O Santos contratou hoje mais três jogadores para a temporada: o meia-atacante Fernando Diniz e os atacantes Evando e Eder Ceccon, ambos vindos do Avaí. Por outro lado, os santistas descartaram a contratação do lateral-direito Gabriel e, se Paulo César não retornar mesmo, Oswaldo de Oliveira contará apenas com Flávio para a posição e poderá improvisar Ricardo Bóvio ou Fábio Baiano. Hoje, parte dos jogadores realizou os exames médicos e laboratoriais no Hospital do Coração e os demais seguem na manhã desta quinta-feira. Assim, quando o grupo se apresentar sexta-feira cedo e viajar para a pré-temporada em Atibaia, já estarão livres desse compromisso. Oswaldo de Oliveira deverá trabalhar com elenco de 30 atletas para fazer um revezamento nas rodadas mais críticas do Paulista e da Libertadores, poupando seus titulares para evitar o desgaste excessivo do calendário das duas competições. Assim, além dos seis jogadores do Santos B promovidos ainda por Vanderlei Luxemburgo, a diretoria fez outras seis contratações nos últimos dias. O primeiro a chegar foi o goleiro colombiano Henao, seguido pelo meia Tcheco. Na terça-feira, foi a vez de Fábio Baiano ser contratado e hoje mais três atletas acertaram as bases de seus contratos: o meia-atacante Fernando Diniz e os atacantes Evando e Eder Ceccon, ambos desconhecidos dos torcedores. Jogadores como Fábio Baiano e Fernando Diniz foram indicados diretamente por Oswaldo de Oliveira, que já trabalhou com os dois no futebol carioca. Quando estava no Flamengo, escalou Fábio Baiano na lateral-direita e se o jogador de 29 anos tiver condições físicas para suportar o desgaste físico da posição, poderá ganhar a condição de titular no time que está sendo armado. O indício disso é que os santistas desistiram hoje de contratar um lateral-direito ao descartar definitivamente Gabriel. Resta ainda a possibilidade remota de Paulo César acertar sua situação com o Paris Saint-Germain, já que o clube concorda em emprestá-lo ao Santos desde que o atleta abra mão dos direitos de imagem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.