Santos admite a saída de Ricardinho

O presidente do Santos, Marcelo Teixeira, admitiu nesta quarta-feira que o meia Ricardinho não vai mesmo ficar no clube - seu destino deve ser o Corinthians ou o futebol árabe. Ele, inclusive, nem retornou aos treinos após as férias, na última segunda, e espera apenas o fim do seu contrato, no dia 31 de dezembro."Particularmente, não tenho esperança na sua permanência. A vontade de uma das partes não tem força de decisão sobre a outra. Mesmo que ele não fique para 2006, ficará a lembrança de um atleta exemplar, cuja saída terá sido mais pela vontade daqueles que o cercam", afirmou Marcelo Teixeira.O pai e procurador de Ricardinho, José Luís Pozzi, não gostou da proposta que o Santos fez para renovar contrato. "Ofereceram para o Ricardo o mesmo que vão gastar com o zagueiro Halisson, por quem tenho grande respeito", disse ele.Em compensação, o Santos está contratando alguns jogadores e o presidente prometeu apresentá-los na segunda-feira. "Na reapresentação de Vanderlei Luxemburgo vamos ter a presença de novos reforços. Não vou antecipar nomes até em razão de alguns desses jogadores ainda terem compromissos com outros clubes", revelou Marcelo Teixeira.Apesar de não haver confirmação oficial, três jogadores já estão garantidos. O goleiro Fábio Costa veio do Corinthians, o volante chileno Maldonado saiu do Cruzeiro e o lateral-direito Neto estava no Paraná - este último, inclusive, já começou a treinar com a camisa santista.A diretoria do Santos também negocia com o meia Jadson, revelado pelo Atlético-PR e que está no Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. Outro reforço pretendido é o atacante França, do Kashiwa Reysol, do Japão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.