Santos ainda tenta liberar Robinho

O Santos ainda tem esperança de poder contar com Robinho e Léo para o jogo de volta contra o Atlético-PR, pela Copa Libertadores da América, quarta-feira, às 22h, na Vila Belmiro, quando precisará de um vitória simples para se classificar às semifinais. A informação no final da tarde era de que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) estaria disposta a ceder os dois jogadores diante do compromisso assumido pelo clube de embarcá-los para a Alemanha na quinta-feira, para se integrarem à Seleção Brasileira na Copa das Confederações.No pedido feito à CBF, o Santos argumentou que a AFA (Associação de Futebol da Argentina) liberou todos os jogadores do River Plate e do Boca Juniors que estavam convocados para que possam defender os seus clubes na Copa Libertadores, o mesmo acontecendo com a Federação Mexicana em relação aos cinco convocados do Chivas. "Nosso pedido é mais do que justo e não causaria nenhum grande prejuízo à Seleção Brasileira", afirma Gallo.Antes de tentar a liberação de Robinho e Léo, o Santos queria que a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) mudasse as datas dos jogos de volta quartas-de-final e das semifinais da Copa Libertadores da América para julho, mas não obteve sucesso. As informações na Vila Belmiro são de que a Conmebol se reuniu na quarta-feira para tratar do assunto, mas concluiu que a alteração só seria possível com a concordância de todos os participantes das quartas-de-final da competição, o que dificilmente conseguiria.Robinho preferiu não aparecer no Centro de Treinamentos Rei Pelé, nesta quinta-feira à tarde, preferindo ficar descansando em seu apartamento. Ele chegou da viagem à Argentina na madrugada desta quinta e caso o Santos não consiga a sua liberação, se reapresentará, com o lateral-esquerdo Léo, ao técnico Carlos Alberto Parreira nesta sexta-feira à tarde e à noite viajará com a Seleção para a Alemanha. Ricardinho, o outro santista que fez parte da Seleção nos jogos contra Paraguai e Argentina, também não foi visto no CT Rei Pelé, nesta quinta. A assessoria de imprensa disse que o meia fez apenas exercícios nos aparelhos de musculação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.