Ernesto Rodrigues/AE
Ernesto Rodrigues/AE

Santos anuncia a criação de fundo de investimentos

Fundo tentará captar R$ 35 mi para fazer frente às despesas do segundo semestre

SANCHES FILHO, Agência Estado

11 de junho de 2010 | 21h05

O Conselho Deliberativo do Santos foi comunicado, na reunião extraordinária desta quinta-feira à noite, que a Terceira Estrela de Investimentos S/A (Teisa) será oficialmente implantada no próximo mês, em julho.

Veja também:

linkSantos aumenta salário de André para evitar assédio

Trata-se de um fundo que terá por finalidade captar recursos para inicialmente socorrer o clube, que atravessa crise financeira. E, numa segunda etapa, a Teisa vai contratar jovens promessas do futebol brasileiro, registrá-los em um clube pequeno e cedê-los a custo zero ao Santos, visando a valorização e posterior negociação para o exterior.

Para fazer parte do fundo, é necessário adquirir a cota mínima de R$ 300 mil. Como a diretoria anterior antecipou o recebimento de cotas de televisão do Campeonato Brasileiro de 2010, a atual administração vai precisar de R$ 35 milhões para fazer frente às despesas do segundo semestre. A solução encontrada por membros da Guia (Gestão Unificada de Inteligência e Apoio ao Santos) foi a criação da Teisa.

A previsão é que logo após a implantação do fundo sejam disponibilizados R$ 15 milhões para que o clube possa honrar os principais compromissos em dia. Para que o investimento seja menos arriscado, a diretoria disponibilizará percentuais dos direitos econômicos de jogadores em formação, com perspectiva de retorno para os cotistas quando da negociação desses atletas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.