Santos anuncia carga extra de ingressos para decisão

Depois de protestos de torcedores em frente à Vila Belmiro, na tarde desta quinta-feira, em razão do fechamento dos guichês, o Santos anunciou uma carga extra de ingressos para o segundo jogo da final do Campeonato Paulista, no domingo.

SANCHES FILHO, Agência Estado

29 de abril de 2010 | 21h00

O clube colocará à venda 600 bilhetes para o tobogã do Estádio do Pacaembu, a partir das 9 horas de sexta-feira, nos guichês da Vila Belmiro, ao preço de R$ 50, a inteira, e R$ 25, a meia.

O movimento em torno da Vila foi intenso durante a manhã e até o meio da tarde. Alguns torcedores chegaram durante a madrugada. Pouco antes da abertura das bilheterias, a Polícia Militar calculou que dois mil torcedores já se encontravam na fila, que contornava o estádio.

A confusão começou por volta das 13h, quando foi anunciado que os ingressos estavam esgotados. Quem aguardava a vez na fila se revoltou porque no Pacaembu, Ginásio do Ibirapuera e demais postos da capital e ABC a venda prosseguia normalmente.

A informação foi de que a BWA, empresa responsável pela comercialização das entradas, enfrentou um problema técnico para a emissão dos bilhetes. De acordo com o coordenador de Comunicações do Santos, Arnaldo Hase, na quarta-feira foram vendidos sete mil ingressos na Vila.

Também na capital o movimento foi grande desde as primeiras horas da manhã e o torcedor não enfrentou problemas na aquisição dos ingressos porque o policiamento impedia a ação dos fura-filas e dos cambistas. Devido à venda constante durante todo o dia, em todos os pontos de venda, a previsão é de que se esgotem rapidamente todos os ingressos de arquibancada, cujo preço é R$ 70.

Até o início da noite desta quinta, ainda restava um número razoável de entradas para cadeira (R$ 120, a inteira, e R$ 60, a meia), para descoberta (R$ 180), além de cadeiras para o setor vip, que são vendidas a R$ 250.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantostorcidaprotestoingressos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.