Santos anuncia contratação do meia Robson, ex-Mogi Mirim

Entre os que enfrentam o São Paulo neste domingo, continua a dúvida sobre quem deve ocupar a ala direita

Sanches Filho - especial para O Estado de S. Paulo,

31 de maio de 2008 | 14h50

A novidade no Santos, ficou por conta do anúncio da apresentação de Robinho, de 20 anos, que veio do Mogi Mirim. Para evitar a comparação com seu xará, astro do Real Madri e da Seleção Brasileira, e que brilhou na Vila Belmiro, o diretor de futebol do time, Luiz Antonio Capella, prefere preservar o garoto e pediu à imprensa que chamasse o jovem apensas de Robson. Leia também: Volante Hernanes ainda é dúvida para o clássico contra o Santos Para colombiano Molina, o São Paulo é favorito no Brasileirão Santos anuncia contratação do meia Robson, ex-Mogi Mirim Robson é meia, destro e segundo o dirigente, muito habilidoso. Robson ainda fará exames médicos no clube, para depois assinar o contrato de três anos com o Santos e só assim, ser apresentado oficialmente. Ele jogava pelo Mogi Mirim e marcou nove gols em 18 jogos, ajudando o time a subir para a Série A1 do Campeonato Paulista. É mais um jogador do empresário Delcir Sonda, que em fevereiro levou para a Vila Belmiro o colombiano Maurício Molina, o equatoriano Michael Jackson Quiñonez e o argentino Mariano Tripodi. O chileno Sebastián Pinto, que chegou com outros três estrangeiros e já deixou o clube, não fazia parte do pacote de Sonda. CLÁSSICO DE DOMINGOEntre os que enfrentam o São Paulo neste domingo, pelo Campeonato Brasileiro, perdura a dúvida sobre quem começa na ala-direita. O lateral Adriano, mais marcador, disputa a vaga de titular com o meia Rodrigo Tabata, que seria improvisado na ala, para dar mais opções de ataque e melhor toque de bola à equipe santista. Certa mesmo, é a escalação dos homens na zaga. O trio defensivo será formado com Domingos, Betão e Marcelo. Fabão que saiu com dores na coxa, na derrota por 4 a 0 para o Cruzeiro, no último domingo, fica como opção no banco de reservas.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.