Divulgação / Santos FC
Divulgação / Santos FC

Santos anuncia venezuelano Soteldo e fecha primeira contratação para 2019

Jogador atua no meio campo, tem 21 anos e 1,60m de altura

Redação, Estadão Conteúdo

12 de janeiro de 2019 | 19h01

Na véspera do seu primeiro compromisso em 2019, o Santos enfim oficializou uma contratação para a temporada. Neste sábado, o clube anunciou a chegada do meia venezuelano Yeferson Soteldo, que em 2018 atuou pela Universidad de Chile, mas pertencia ao Huachipato.

A contratação de Soteldo atende a um pedido do técnico argentino Jorge Sampaoli, que assumiu o comando do Santos no fim de 2018, em substituição a Cuca, que deixou o clube após o último Campeonato Brasileiro por problemas de saúde. E a apresentação oficial do reforço deve ocorrer na terça-feira, no CT Rei Pelé.

O Santos não chegou a revelar os detalhes financeiros da transação, mas explicou ter adquirido Soteldo junto ao Huachipato. E também assinou um contrato válido por quatro temporadas com o meia-atacante venezuelano, de 21 anos. Além disso, o clube precisou superar a concorrência da Universidad de Chile, que desejava mantê-lo no seu elenco.

Soteldo, que tem apenas 1,60m de estatura, iniciou a sua carreira no Zamora, da Venezuela, tendo se transferido ao Huachipato no fim de 2016. E em 2018 atuou foi cedido por empréstimo para a Universidad de Chile. Mas o meia-atacante chamou mesmo a atenção nas divisões de base da Venezuela ao fazer parte de uma campanha histórica da sua seleção, que foi vice-campeã mundial sub-20 em 2017.

Com a contratação de Soteldo, o Santos enfim fechou a chegada do seu primeiro reforço para a temporada 2019. Antes, o clube havia apenas perdido destaques do ano passado, casos do atacante Gabriel e do lateral-esquerdo Dodô, com o fim dos acordos por empréstimo.

Ainda que sem poder contar com Soteldo, o Santos entra em campo neste domingo para enfrentar o Corinthians, em clássico amistoso marcado para o estádio do rival. No próximo sábado, estreará no Campeonato Paulista, na Vila Belmiro, contra a Ferroviária.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.