Santos aposta em bola parada e contra-ataque na Argentina

O Santos vai apostar nas jogadas de bola parada e nos contra-ataques para sair de La Plata com uma vitória sobre o Gimnasia y Esgrima, nesta quinta-feira, e manter os 100% de aproveitamento na Copa Libertadores da América.Nos dois últimos treinos, o técnico Vanderlei Luxemburgo insistiu no ensaio de cobranças de escanteios e de faltas próximas à área adversária, e na saída rápida da bola da defesa para o ataque. A presença de três zagueiros - Leonardo substitui o volante Maldonado, que já se apresentou à seleção chilena para o amistoso contra o Brasil, no sábado, na Suécia - vai elevar a estatura do time e facilitar a realização das jogadas pelo alto.Sem Maldonado, Luxemburgo recuou Zé Roberto para sua antiga posição, segundo volante. "Para mim, é indiferente. Estou gostando de jogar mais adiantado porque fico com mais liberdade e tenho mais chance de fazer gol. Mas também me sinto como volante ou na ponta-esquerda", disse o camisa 10 santista, que prevê um jogo difícil. "No jogo da Vila Belmiro [o Santos ganhou por 3 a 0], eles marcaram forte, exploraram bem os contra-ataques e só não complicaram porque erraram no último passe."Luxemburgo já adiantou que vai formar um bloco compacto de cinco marcadores - Adailton, Leonardo, Antonio Carlos, Rodrigo Souto e Zé Roberto - para evitar que os dois atacantes avançados do adversário tenham sucesso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.