Santos apresenta seus reforços

O Santos apresentou nesta quinta-feira três jogadores para a disputa do segundo turno do Campeonato Brasileiro. Os reforços são lateral-direito Neném, ex-Palmeiras, e os atacantes Osvaldo e Marcelo, ambos do futebol paranaense. Todos já assinaram contrato e chegam ao clube para dar mais opções ao técnico Emerson Leão, que tem enfrentado seguidos desfalques, com convocações, contusões, suspensões e até a saída de jogadores, como foi o caso do atacante Ricardo Oliveira.Neném foi apresentado oficialmente na manhã desta quinta-feira. Já os dois desconhecidos atacantes não tiveram nem esse privilégio e começaram a treinar sem maiores cerimônias.O contrato de Neném se estende até 31 de dezembro. "Esse é o maior desafio de minha vida", disse o lateral, empolgado com a oportunidade de atuar com a camisa do Santos. "Só quero entrar no ritmo dos demais jogadores e ficar à disposição do treinador. Isso não vai demorar mais de dez dias", revelou.Neném está magoado com o Palmeiras, seu ex-clube. Ele deixou o Palestra Itália depois da derrota em casa para o Vitória, por 7 a 2, em abril, pela Copa do Brasil. "A torcida me culpou pela derrota", lamentou o jogador, que rescindiu contrato na época e ficou treinando separadamente na Academia. "Você não imagina como fiquei chateado."Depois disso, Neném contratou um preparador físico particular para manter a forma. Mas não esqueceu a mágoa com o ex-clube. "Lá (no Palmeiras), só tive coisas boas, se ficasse, ia acabar sujando o que construí", justificou o lateral. "Tá chegando muito pilantra por lá."Surpresa - Além de Neném, dois atacantes chegaram nesta quinta-feira ao Santos. Marcelo tem 24 anos e vem do Adap, Associação Desportiva Atlética do Paraná. Com 1,87m de altura, o jogador já defendeu a Portuguesa Londrinense e o Telêmaco Borba. Osvaldo, conhecido como Val Baiano, está com 22 anos. Ele tem o passe preso ao Irati e marcou nove gols em nove partidas em uma competição seletiva da Série C do Campeonato Brasileiro defendendo o Grêmio Maringá. Ainda passou por Itabuna, Toledo, Ponta Grossa e Grêmio Maringá.Os dois assinaram contrato de três meses, com a possibilidade de prorrogação.

Agencia Estado,

31 de julho de 2003 | 18h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.