Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Santos apresenta superávit de R$ 95 milhões em 2016, o maior de sua história

Clube conseguiu reduzir dívida bancária em 44%

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

01 Fevereiro 2017 | 09h49

O Santos anunciou nesta terça-feira um superávit de R$ 95 milhões em 2016. De acordo com a diretoria, foi o maior da história do clube. A diminuição da dívida bancária também foi significativa: 44%. O clube apresentou uma redução das dívidas da ordem de 13,5% a curto prazo e 3,7% a longo prazo. As demonstrações contábeis do ano passado foram encaminhadas ao Conselho Fiscal nesta terça-feira.

De acordo com uma nota oficial divulgada pelo clube, "O bom desempenho financeiro também refletiu positivamente no patrimônio líquido acumulado do Clube, que foi elevado em 20,2%. A adoção do plano estratégico para 2017 prevê a continuidade da atual política de austeridade e a priorização do trabalho de formação e manutenção de equipes competitivas, a altura da grandeza do Santos FC".

Abaixo, a nota oficial divulgada pelo Santos:

"Apesar do cenário de dificuldades econômicas configurado no ano passado, o Santos FC obteve o maior superávit financeiro (Ebitda) de sua história, no montante de R$ 95 milhões, resultado do compromisso da atual Diretoria em continuar trabalhando em prol da recuperação das finanças do clube. Os números constam das demonstrações contábeis referentes a 2016, encaminhadas ao Conselho Fiscal, nesta terça-feira (31), em cumprimento ao prazo estatutário definido para envio das contas do exercício anterior. Resta apenas a conclusão do trabalho, em curso, da auditoria independente.

A obtenção do superávit permitiu ao clube promover uma sensível redução do montante de seu endividamento global. Os números indicam a diminuição de 13,5% nas dívidas de curto prazo e de 3,7% em longo prazo. Da mesma forma, o resultado positivo apurado no exercício permitiu a redução, em 44%, da dívida bancária.

O bom desempenho financeiro também refletiu positivamente no patrimônio líquido acumulado do Clube, que foi elevado em 20,2%. A adoção do plano estratégico para 2017 prevê a continuidade da atual política de austeridade e a priorização do trabalho de formação e manutenção de equipes competitivas, a altura da grandeza do Santos FC".

 

Mais conteúdo sobre:
Santos Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.