Werther Santana/AE - 20/01/2010
Werther Santana/AE - 20/01/2010

Santos arma equipe mais defensiva para garantir vaga

Dorival Júnior reforça a marcação no meio campo contra o Remo, pela Copa do Brasil, em Belém

Sanches Filho, Agencia Estado

18 de março de 2010 | 08h11

Sem Robinho, vetado pelos médicos, o Santos abandona o esquema com três atacantes para reforçar a marcação no meio de campo diante do Remo, nesta quinta-feira, às 21 horas, no estádio Mangueirão, em Belém, pela segunda fase da Copa do Brasil. O planejamento de Dorival Júnior é todo voltado para que o time vença por uma diferença de no mínimo dois gols para eliminar o jogo de volta, no próximo dia 31, na Vila Belmiro, coincidindo com as últimas rodadas da fase de classificação do Campeonato Paulista.

A maior atração do jogo é Paulo Henrique Lima. Como nasceu em Ananindeua, a poucos quilômetros de Belém, e tem muitos parentes e amigos na capital paraense, o meia, que é um dos maiores talentos da nova geração de Meninos da Vila, tem recebido tratamento de celebridade.

Pará também é paraense, mas de São João do Araguaia, e aguarda com ansiedade a partida desta quinta. "A minha família toda vai estar lá. Pai, mãe, irmãos, tia, avô e, se brincar, até papagaio. Eles nunca tiveram uma oportunidade de me ver jogar. Quero dar alegria a eles com uma grande atuação", disse o lateral-esquerdo.

O Santos tenta pela 10.ª vez ganhar a Copa do Brasil, título que ainda falta na sua rica história de conquistas. No ano passado, o time, ainda em fase de montagem, sob o comando de Vágner Mancini, foi eliminado pelo fraco CSA na segunda fase - com o empate por 0 a 0, em Maceió, e derrota por 1 a 0 na Vila Belmiro.

Dorival Júnior vai ter a oportunidade de voltar a escalar o time mais equilibrado que vinha jogando antes da chegada de Robinho. Será a linha de quatro na defesa, com os alas Wesley e Pará; dois volantes de marcação - Arouca e provavelmente Rodrigo Mancha - os meias Marquinhos e Paulo Henrique, com liberdade para se juntarem a Neymar e André na frente.

 REMO

 

 SANTOS

 

 Adriano; Índio, Pedro Paulo, Márcio Nunes e Paulinho; Danilo, Fabrício, Ramon e Gian; Hellinton e Marciano.

Técnico: Sinomar Naves.

  Felipe; Wesley, Edu Dracena, Durval e Pará; Rodrigo Mancha, Arouca, Marquinhos e Paulo Henrique; Neymar e André.

Técnico: Dorival Júnior. 

 Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG); Início: 21h (de Brasília);TV: ESPN Brasil e SporTV2; Local: Estádio Mangueirão, em Belém (PA)
Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa do BrasilSantos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.