Santos arranca empate com o São Paulo nos acréscimos

O Santos conseguiu, graças a um belo gol de Carlinhos aos 46 minutos do segundo tempo, empatar por 1 a 1 com o São Paulo no Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP), e garantir assim a liderança do Campeonato Paulista deste ano, com 32 pontos, um a mais que o time tricolor, que chega aos 31 e pelo menos se mantém invicto na competição."Não podemos dar esses vacilos, quem quer ser campeão não pode tomar gol faltando um minuto. Teve sabor de derrota", disse o meio-campo são-paulino Hugo na saída do campo. "Pressionamos o tempo todo e ainda bem que conseguimos esse gol no final", resumiu o santista Zé Roberto.Para chegar a esse resultado, porém, o time de Vanderlei Luxemburgo teve dificuldades. A pressão da torcida - que encheu a Vila Belmiro - e do time sobre os jogadores tricolores foi constante, principalmente no segundo tempo. A chuva forte, também na segunda etapa, atrapalhou bastante os dois times. Mas nada que tornasse o confronto chato. Pelo contrário: foi bastante movimentado e com chances para os dois times.As chances surgiram para ambos. A primeira foi do Santos, de Zé Roberto, aos 12 minutos, que cabeceou na trave a bola cruzada por Dênis. Depois disso, o São Paulo tentava chegar apostando em bolas rápidas nas laterais, mas esbarrava ou em erros de finalização ou em Fábio Costa, que não tinha muito trabalho. Do outro lado, Rogério Ceni, no primeiro tempo, pouco fez.O gol são-paulino saiu em um momento iluminado. Hugo entrou no lugar de Fredson - que se machucou - e, em seu primeiro toque na bola, na ponta esquerda, cruzou para a área e Ilsinho chegou chutando, antes de Kleber, e fez 1 a 0. A partir disso, o Santos foi para cima e Rogério Ceni fez boas defesas. Hugo teve chance de ampliar, duas vezes, sozinho na área, mas chutou ambas em cima de Fábio Costa. Jonas ainda teve um gol legítimo mal anulado pela auxiliar Ana Paula de Oliveira, aos 26.Mas, quando se preparava para comemorar a vitória e a liderança, o São Paulo foi castigado: Carlinhos, que havia entrado no segundo tempo, vinha pela esquerda, cortou para o meio e chutou forte, cruzado, conseguindo o gol de empate. ?Uma felicidade muita grande acertar um chute como aquele. O Santos estava procurando o gol de todas as formas e a bola não estava entrando. Que bom que consegui?, vibrava Carlinhos, no fim da partida, batendo palmas para os torcedores. ?Muito bom ver a torcida gritando meu nome. Espero ainda dar muitas alegrias para eles?, prometeu, emocionado.SANTOS 1 X 1 SÃO PAULOSantos - Fábio Costa; Denis (Pedrinho), Adailton, Antonio Carlos e Kleber; Maldonado, Rodrigo Souto (Carlinhos), Zé Roberto e Cleber Santana; Marcos Aurélio e Rodrigo Tiuí (Jonas). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.São Paulo - Rogério Ceni; Alex Silva, Edcarlos e Miranda; Ilsinho (Reasco), Fredson (Hugo), Josué, Souza (Ernani) e Jadilson; Leandro e Aloísio. Técnico: Muricy Ramalho.Gols - Ilsinho, aos 30 minutos do primeiro tempo; Carlinhos aos 46 minutos do segundo tempo. Árbitro - Antônio Rogério Batista do Prado. Cartão amarelo - Jonas, Kleber, Maldonado, Rodrigo Souto, Rodrigo Tiuí e Souza. Público - 16.811 pagantes. Renda - R$ 387.370,00. Local - Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.