Mauricio de Souza/Estadão
Mauricio de Souza/Estadão

Santos bate o Penapolense por 2 a 1, fica em 3.º e fará único clássico das quartas, com o Palmeiras na Vila

Time de Neymar faz sua lição de casa e derruba o time de Pintado, que ainda fica com a 8ª colocação e encara o São Paulo

Robson Morelli, Agência Estado

21 de abril de 2013 | 18h45

SÃO PAULO - O

Aos 14 minutos, Guaru faz bonita jogada em cima de Neymar e levantou, desta vez, a torcida do Penapolense. O time do Interior equilibrava a disputa. Com Silvinho aberto pela esquerda, o técnico segurava as avançadas de Galhardo pela direita e o Santos perdia boa saída de bola. Boa estratégia.

O Santos aumentou a pressão aos 20 minutos, quando Léo cruzou na área e a defesa tentou afastar. No bate-rebate, o time da Vila quase marcou. Nas poucas vezes em que Neymar e Montillo se aproximaram, a jogada foi boa, como aos 24 minutos. O argentino achou Neymar na área, que encheu o pé. Pena que a bola subiu. 

O gol do Santos saiu aos 25 minutos, com André. O atacante finalizou de bico após passe de Neymar. O primeiro gol santista abriu caminho para o segundo, de Cícero, aos 28. O meia estava impedido - o juiz não viu -, mas não teve dúvidas de encher o pé para estufar as redes. O Penapolense se perdeu com os gols e viu Neymar ainda desperdiçar chance aos 43, em chute para cima, de novo.

TUDO OU NADA

No segundo tempo, o Penapolense voltou com a mesma pegada dos minutos iniciais do jogo e conseguiu marcar logo de cara. Aos oito minutos, Guaru fez boa jogada, chutou para a área e saiu para o abraço. A bola ainda bateu em Galhardo antes de morrer no fundo das redes. O Penapolense equilibrava o jogo e ia para o ataque. Mas o Santos tem Neymar, e, mesmo cansado aparentemente, o atacante faz a diferença. Aos 16, ele tentou concluir a gol após bom lançamento de Montillo, mas errou. Neymar estaciona no lado esquerdo e cria por ali as principais jogadas do Santos, uma atrás da outra. Ele trava também um duelo com Jailton. O Penapolense não se entrega, cria algumas poucas jogadas ofensivas e acaba premiado com a 8ª vaga da fase de classificação. O time agora vai encarar o São Paulo.

SANTOS 2 X 1 PENAPOLENSE

SANTOS - Rafael; Galhardo, Edu Dracena, Durval e Léo; Alan Santos, Arouca, Cícero e Montillo; Neymar e André. Técnico: Muricy Ramalho.

PENAPOLENSE - Marcelo; Luís Felipe, Jaílton, Gualberto e Rodrigo Biro; Heleno, Fernando (Erick), Liel e Guaru (Sérgio Mota); Silvinho e Magrão (Fio). Técnico: Pintado.

GOLS - André, aos 25, e Cícero, aos 28 minutos do primeiro tempo. Guaru, aos oito minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Luiz Flávio de Oliveira.

CARTÕES AMARELOS - André, Galhardo, Edu Dracena, Heleno, Luís Felipe, Erick.

RENDA - R$ 188.335,00 .

PÚBLICO - 8.650 pagantes.

LOCAL - Vila Belmiro, em Santos (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.