Santos bate São Paulo no fim e amplia vantagem

Santos bate São Paulo no fim e amplia vantagem

Não faltou emoção no primeiro clássico das semifinais do Campeonato Paulista entre São Paulo e Santos. E todos os deslizes foram punidos. Quem errou menos foi o time da Baixada Santista. A equipe que acabou a primeira fase na liderança da competição começou na frente, fez dois gols, mas recuou e sofreu o empate. Aproveitou-se de falha de Rogério Ceni para levar vantagem para o jogo da volta: 3 a 2. Agora, pode até perder por um gol na Vila Belmiro que ainda assim vai à final.

AMANDA ROMANELLI E GIULIANDER CARPES, Agência Estado

11 de abril de 2010 | 18h39

Começou o confronto mata-mata da semifinal, a hora da decisão e os treinadores apostaram na ousadia. Tanto o São Paulo quanto o Santos entraram com times fortes no ataque - as formações costumeiras dos últimos jogos. Estilos que parecidos, os visitantes apostando desde o início da temporada na qualidade e velocidade de Robinho, Neymar, André e Paulo Henrique Ganso, enquanto os donos da casa se encontraram apenas nos últimos jogos, também com o mesmo estilo. Marlos seria a peça para, ao lado de Jorge Wagner, dar mais rapidez à equipe são-paulina. Cada equipe jogou melhor em um tempo. Mas o São Paulo deixou escapar uma reação para chegar a uma marca negativa de quatro clássicos perdidos no ano.

O São Paulo começou a partida atacando, chutando a gol principalmente de fora da área. Mas aos poucos o Santos começou a mostrar seu toque de bola e dominar, muito embora a equipe visitante não tenha finalizado muito a gol mesmo depois de sair na frente do placar, aos 25 minutos do primeiro tempo.

O gol do Santos foi marcado por Junior Cesar, contra. Em mais uma troca de passes dos Meninos da Vila, o veterano Leo fez cruzamento rasteiro que ia para o interior da área. Só que no meio do caminho havia as pernas do desavisado lateral-esquerdo são-paulino. A vantagem do Santos aumentou mais ainda quando, minutos mais tarde, o homem que havia mudado o São Paulo nos últimos jogos, perdeu a linha. Marlos atingiu Robinho e foi expulso.

Rogério Ceni foi até a intermediária para reclamar e começou a pilha são-paulina sobre a arbitragem. O time da casa se perdeu e passou então a ser completamente envolvido pela molecada santista. Logo surgiu mais um gol, aos 40 minutos, em jogada de Neymar para André como tantas que já foram assim até aqui nesta temporada fantástica do Santos.

O Santos parou e o São Paulo melhorou na segunda metade do jogo, a partir da entrada de Cicinho. Aos 8 minutos, Hernanes acendeu a reação. O volante chutou de fora da área e marcou. Pouco depois, aos 22 minutos, outro golpe: Dagoberto aproveitou cruzamento de Cicinho para fazer belo gol de cabeça: 2 a 2.

Ainda em condição boa, o Santos reorganizou-se e voltou a tocar bola. O São Paulo queria mais, buscava reverter a vantagem para a partida de volta na Vila Belmiro. Rogério não alcançou cruzamento de Madson e Durval marcou. Outro clássico que o São Paulo deixa escapar no final - já perdera para o Corinthians por 4 a 3. E o Santos ficou mais perto da classificação para a final do Campeonato Paulista.

Ficha Técnica:

São Paulo 2 x 3 Santos

São Paulo - Rogério Ceni; Jean, Alex Silva, Miranda e Junior Cesar; Rodrigo Souto, Hernanes, Jorge Wagner (Fernandinho) e Marlos; Dagoberto (Marcelinho Paraíba) e Washington (Cicinho). Técnico - Ricardo Gomes.

Santos - Felipe; Wesley, Edu Dracena, Durval e Leo; Arouca, Marquinhos (Zé Eduardo) e Paulo Henrique Ganso; Neymar (Madson), Robinho e André (Pará). Técnico - Dorival Júnior.

Gols - Junior Cesar (contra), aos 25, e André, aos 40 minutos do primeiro tempo; Hernanes, aos 8, Dagoberto, aos 22, e Durval aos 44 do segundo.

Árbitro - Marcelo Rogério

Cartões amarelos - Marlos e Cicinho (São Paulo); Neymar, Leo, Paulo Henrique Ganso, Robinho, Wesley e Edu Dracena (Santos)

Cartão vermelho - Marlos.

Renda: R$ 1.578.325,25

Público: 35.695 pagantes

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.