Shizuo Kambaysahi/AP
Shizuo Kambaysahi/AP

Santos chega ao Japão e dribla a imprensa

Técnico Muricy Ramalho vai assistir a jogo de possível rival em Toyota

Luís Augusto Mônaco, estadão.com.br

07 de dezembro de 2011 | 23h51

NAGOYA - O Santos chegou no final da noite desta quarta-feira ao Japão. A Fifa havia previsto uma entrevista coletiva com jogadores do representante brasileiro no Mundial de Clubes, mas a assessoria santista disse que não foi comunicada e ninguém se pronunciou na chegada ao Hotel Hilton de Nagoya.

A primeira conferência da equipe deve ficar para esta quinta-feira.O técnico Muricy Ramalho programou apenas um treinamento leve na chegada ao país. Depois, o comandante santista pretende ir até Toyota – que fica a cerca de 30 minutos de trem de Nagoya – para assistir ao jogo de abertura da competição entre o japonês Kashiwa Reysol e o Auckland, da Nova Zelândia. Desta partida pode sair o primeiro adversário do Santos no Mundial (o vencedor enfrenta o Monterrey).

Poucos torcedores recepcionaram o Santos em Nagoya. O foco principal do pequeno grupo era, claro, Neymar. Mas, assim que eles tentaram se aproximar da estrela santista, foram impedidos pelos seguranças do clube.

Tudo o que sabemos sobre:
santosMundial de ClubesNeymar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.