Santos começa a pensar na Libertadores

Depois do sofrido empate com o Palmeiras (2 a 2), o Santos se volta para a sua estréia na Libertadores, quinta-feira, contra o George Wistermann, na Bolívia. A princípio, Leão vai escalar a equipe que começou a partida deste domingo no Morumbi. O treinador defende como pode seus jogadores consagrados. Mesmo Diego e Paulo Almeida que deixaram o jogo deste domingo no intervalo. ?Nós vamos começar a nossa campanha na competição que nos interessa profundamente. Estivemos perto demais de vencer a Libertadores em 2003. Fomos vice. Vamos aproveitar a nossa base e fazer o máximo para conquistá-la este ano?, assume Renato. ?Eu fui contratado com o sonho de vencer a Libertadores. Sei o que isso significa para o Santos. Se os meus gols não estão saindo no Paulista, podem estar reservados para a Libertadores?, brincava o atacante Robgol. ?Nós vamos fazer tudo para ganhar na Bolívia e começar bem a Libertadores?, diz Alex.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.