Santos comemora convocação de Elano

Os jogadores do Santos ganharam três dias de folga, com exceção dos seis convocados pelas seleções principal e sub-23, mas a boa notícia foi Elano ter sido chamado pelo técnico Carlos Alberto Parreira para substituir Ronaldinho Gaúcho, cortado por contusão. "Já tinha sido uma felicidade muito grande estar na sub-23, mas agora posso realizar mais uma vez meu sonho de servir a seleção principal do País", disse o meia, que nesta segunda-feira se preparava para a apresentação que ocorrerá nesta terça.Elano vai se juntar a Diego e Renato na seleção de Parreira e lamentou a contusão de Ronaldinho. "Estou na torcida para que ele se recupere logo, pois tive oportunidade de conhecê-lo e, além de um jogador excepcional, é uma excelente pessoa". O santista vai pela segunda vez à seleção e, na primeira chamada, ocupou a vaga do volante Kleberson, que também havia se machucado.Servindo a seleção principal, Elano vai desfalcar a sub-23 no amistoso da próxima terça-feira contra o Santos, na Vila Belmiro. Nessa partida, a zaga santista terá pela primeira vez a oportunidade de enfrentar as pedaladas de Robinho, que têm desnorteado os marcadores.Pereira deverá ficar com essa função, mas isso só começará a ser definido a partir de quinta-feira. "Vou estar defendendo o meu País e espero fazer um gol contra minha equipe", disse Robinho, que confessa estar dividido: "sou jogador do Santos, mas tenho de trabalhar bem pelo Brasil, prepaqrando-me para a olimpíada".O Santos jogará sem seis titulares, que estão nos dois selecionados: Diego, Renato e Elano na principal e Robinho, Alex e Paulo Almeida na sub-23. O time da Vila Belmiro foi o que mais cedeu jogadores e na terça-feira será a primeira vez que um selecionado brasileiro joga naquele estádio Os jogadores não convocados folgarão até quarta-feira, uma coisa rara no Santos. Para o zagueiro André Luís, "o Santos teve uma maratona de jogos este ano e como teremos um descanso no Brasileiro, vamos aproveitar bem esses dias para nossa recuperação". Fabiano também comemorou: "vamos voltar com a energia renovada para terminar o Brasileiro da melhor forma possível".A meta é vencer as quatro partidas que faltam no campeonato, mas para chegar ao título, os santistas precisam descontar os oito pontos e oito gols que o Cruzeiro tem de vantagem. "É difícil, mas temos esperança de conquistar o bi", comentou o lateral-esquerdo Léo. "E o bi é nosso objetivo, por isso estamos com a cabeça só voltada para isso".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.