Santos confia em Canindé contra Lusa

Embalado por uma importante vitória sobre o Grêmio por 4 a 2, o Santos entra em campo para enfrentar uma batalha decisiva contra a Portuguesa, amanhã, no Canindé. As duas equipes precisam de um bom resultado para continuar com chances de classificação para a próxima fase do Campeonato Brasileiro e mesmo um empate no clássico pode ser considerado ruim. Para conseguir a vitória, o time por ironia vai contar com o meia Canindé, que diz ter boas recordações em atuações do estádio da Portuguesa, que leva seu nome. "Na única vez que joguei lá, como júnior, nosso time estava perdendo por 2 a 0. Entrei em campo no segundo tempo e o time virou o placar e ganhamos por 4 a 2 com um gol meu." Marcelinho Carioca e Viola sairam do Centro de Treinamento do Palmeiras, onde treinaram hoje, sem dar declarações. Ambos informaram que só irão se manifestar depois da partida. Já o restante do time não escondeu o fato de considerar a partida decisiva. "É o famoso jogo de seis pontos", diz o zagueiro Cléber. "A Portuguesa é nosso concorrente direto e temos de atuar com atenção redobrada, diz o meia Léo. Para repetir o bom desempenho contra o Grêmio o volante Renato afirma que não vai ?inventar?. "O negócio é jogar simples, com determinação e vontade." O técnico Cabralzinho, que confirmou Pereira na defesa no lugar de Galván, diz que o time não vai abdicar de suas características ofensivas, mas vai atuar com cautela. "Sem dúvida o ataque da Portuguesa preocupa. Um time que faz cinco gols em uma equipe como o Vasco precisa ser visto com cuidado e a situação é de alerta total."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.