Santos confirma permanência de Oswaldo

Oswaldo de Oliveira foi mantido no cargo e comanda o time do Santos no jogo de domingo, contra o América, na Vila Belmiro. Os dirigentes não comentam a situação do treinador, mas o clube divulgou nota desautorizando o diretor de futebol, Francisco Lopes, a falar sobre o assunto - ele defendeu publicamente, nesta sexta-feira, a troca de técnico. A nota oficial do Santos esclarece que Francisco Lopes está licenciado desde o final do Campeonato Brasileiro e seu pedido foi justificado pela necessidade de "tratar de assuntos particulares"."Qualquer declaração de Francisco Lopes expressa apenas a sua opinião pessoal na condição de torcedor, não sendo esta em nenhum momento a posição oficial do clube", informa a nota oficial do Santos, concluindo pela desautorização do dirigente: "Como não está acompanhando o trabalho diário do departamento de futebol, Lopes não tem condições técnicas de dar uma opinião fundamentada sobre o tema."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.