Santos confirma que pena de Rodrigo Souto é de 2 anos

Jogador não poderá mais atuar pela equipe paulista no Brasileirão; no entanto, ele ainda pode recorrer

Agencia Estado

18 de julho de 2008 | 21h34

Depois de anunciar no final da tarde desta sexta-feira que o volante Rodrigo Souto havia sido suspenso preventivamente por apenas 30 dias, o Santos corrigiu a informação à noite e confirmou que a Fifa determinou o afastamento do jogador por dois anos. Ele foi punido por ter sido flagrado no exame antidoping do jogo do dia 19 de março, no jogo contra o San José, na Bolívia, pela Copa Libertadores.Veja também: Cuca nega que tenha pedido demissão do Santos na quarta Santos ganha apoio de Robinho para sair da má situação Vote: Santos acerta ao manter o técnico Cuca?Rodrigo Souto foi punido inicialmente pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), que no final de junho aplicou uma pena de dois anos ao jogador. Mas essa suspensão era válida apenas para competições organizadas pela entidade, como a Libertadores.A Conmebol, então, enviou notificação à Fifa, que acatou a decisão da entidade sul-americana e ampliou a suspensão de dois anos imposta a Rodrigo Souto para todas as competições - no Brasil e no exterior. Assim, o volante está afastado do time do Santos já a partir do jogo deste domingo, contra o Sport Recife, pelo Brasileirão.Com a suspensão, o técnico Cuca terá problemas para armar a equipe para o confronto válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Vila Belmiro. Para achar um substituto para Souto, o técnico Cuca pode até mudar o esquema. (Com Sanches Filho, de O Estado de S. Paulo)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.