Santos consegue empate no Equador

Depois de duas grandes vitórias e oito gols marcados, o Santos não conseguiu repetir o bom futebol que vinha apresentando na Copa Libertadores e ficou no 0 a 0 com o El Nacional, nesta quarta-feira, em Quito. Com esse empate, a equipe brasileira manteve a primeira colocação no grupo 3, com 7 pontos ganhos - três a mais que o América de Cali, que está em segundo lugar.O Santos começou bem o jogo, mesmo fora de casa. Logo no primeiro minuto, Robinho aproveitou uma saída errada do goleiro Ibarra para roubar a bola, mas foi travado na hora do chute pelo zagueiro Anangonó. Depois, aos 4, Diego mandou a bola na trave. Aos 15, foi a vez de Ricardo Oliveira perder grande chance.A partir daí, o El Nacional equilibrou a partida. Aos 23 minutos, a defesa santista vacilou, mas Mendéz chutou mal, perdendo a melhor chance do time equatoriano. No minuto seguinte, Robinho acertou um belo chute de fora da área, que bateu no travessão.Robinho voltou a fazer uma boa jogada aos 29 minutos, quando serviu Diego, que arrancou rapidamente em direção ao gol. Mais uma vez o goleiro Ibarra fechou bem o ângulo, desviando a bola para escanteio.No intervalo, o técnico Emerson Leão tirou Robinho e Elano para a entrada de Fabiano e Nenê. Mas a entrada dos dois não ajudou muito o Santos. No final, o El Nacional aproveitou o cansaço do time brasileiro para pressionar.Mas, por sorte dos santistas, os atacantes equatorianos desperdiçaram as chances que tiveram. Na melhor delas, aos 37 minutos, Gruezo aproveitou um cruzamento da esquerda e a furada da zaga do Santos para chutar para o gol. O goleiro Fábio Costa estava bem posicionado e fez a defesa, garantindo o empate.Ficha técnica:El Nacional: Ibarra; De Jesus (Kléver Coronzo), Franlin Anangonó, Jorge Guagua e Luis Checa; Juan Burbano, David Quiroz, Edson Mendéz e Clever Chalá (Hurtado), Carlos Grueso e Angel Fernandes. Técnico: Paulo Massa.Santos: Fábio Costa; Reginaldo Araújo (Pereira), Preto, Alex e Léo; Paulo Almeida, Renato, Elano (Fabiano) e Diego; Robinho (Nenê) e Ricardo Oliveira. Técnico: Emerson Leão.Árbitro: Gilberto Hidalgo (PER).Cartão amarelo: Léo, Luis Checa, Reginaldo Araújo e Pereira.Local: Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.