Santos continua à procura de atacante

O Santos tem até a próxima sexta-feira (dia 23/9) para contratar o atacante pedido pelo técnico Gallo. O gerente de futebol, Luís Henrique de Menezes, continua esperançoso na chegada do jogador, que só virá se for com qualidade comprovada. "O Santos é uma instituição que acompanha todas as variáveis de mercado e apesar de as ofertas estarem muito restritas, se aparecer um atleta que dê um grande retorno ao clube, acho interessante", afirma.Menezes cita a contratação do lateral-esquerdo Kleber como exemplo do esforço do Santos. "Foi o empréstimo de maior valor no futebol brasileiro e isso caracteriza o interesse do clube em fazer investimento para que possa conquistar o título". Sem a possibilidade de ter Vágner Love, os santistas ainda mantém contato com o atacante Luizão.Bóvio - Luís Henrique de Menezes deu a versão da diretoria para o caso Bóvio, que treinou normalmente no time principal nesta sexta. Ele havia sido dispensado da partida de domingo passado (empate por 0 a 0 contra o Flamengo) devido ao impasse por seu contrato - o Santos quer prolongar a validade deste para receber uma indenização caso ele acerte com o Málaga, da Espanha. Como o volante não concordou, correu o risco de ter seu compromisso rescindido."Voltamos a negociar, houve uma nova abertura e talvez nós possamos renovar", disse Menezes, ressaltando que o Santos tem interesse em manter Bóvio. "Do jeito que as notícias foram colocadas, parecia que havia alguma coisa entre o Bóvio e o Santos. Garanto que o que existe é o interesse do clube na permanência do atleta."O gerente santista confirmou também a vontade do time em contar com o capitão Ricardinho no ano que vem. Por outro lado, foi cogitado a possibilidade do volante Magrão ser contratado, mas Menezes prontamente negou qualquer contato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.