Santos contra-ataca o Corinthians: quer Tite

O técnico Tite está bem perto de dar o troco em Vanderlei Luxemburgo e ocupar sua vaga no Santos. Após a decisão do treinador gaúcho de não aceitar trabalhar ao lado da MSI, a nova parceira do Corinthians que prefere Luxemburgo, tudo indica que ocorrerá uma troca de cadeiras nos comandos das duas equipes.O clube da Baixada procurou Tite nos últimos dias e vê boas chances de fechar com ele para 2005. A proposta surgiu após as sondagens do Cruzeiro, mas foi a que mais fez o treinador balançar. "Ele ficaria feliz em trabalhar no Santos, um time que gosta e que por pouco não o levou no início do ano (após a saída de Emerson Leão, em abril). Agora, está bem perto de ir para lá", garantiu um dos familiares de Tite.Com a eventual saída de Luxemburgo, que nesta quarta-feira confirmou pela primeira vez estar conversando com a MSI, assumiria o lugar. O presidente do Corinthians, Alberto Dualib, ainda flertou com o técnico, aventando uma possível renovação. Tite, entretanto, só aceitaria ficar no cargo e voltar atrás em sua palavra caso se mantivessem firmes e com poder de decisão o vice-presidente Antonio Roque Citadini e o diretor de Futebol, Paulo Angioni, ambos enfraquecidos na gestão com a consolidação da parceria."Só o aconselharia a esperar mais um tempo, para ver como andarão as coisas daqui para frente", afirmou Angioni, referindo-se à indefinição sobre o futuro corintiano com o novo parceiro. "Naturalmente, por ser um bom profissional, ele teria muitas propostas, é inevitável. Nossa amizade continuará, pode ter certeza", concluiu o dirigente.Uma outra pessoa bastante ligada ao treinador garante que ele traçou como meta se dar bem no Estado de São Paulo. "Sair do Corinthians já é muito doloroso para o Tite. Faria tudo para ficar se tivesse meios para isso. Infelizmente, o processo é maior do que ele."Em entrevista dada em outubro à Agência Estado, a confirmação desse desejo: "Ainda há preconceito contra o estilo gaúcho nos grandes centros. Tenho valor em Porto Alegre, no Sul, porém meu objetivo no momento era vencer aqui, mostrar meu potencial no eixo-Rio São Paulo." Seu contrato vence daqui a 29 dias. A informação de que o Santos já o coloca como número 1 na eventual saída de Luxemburgo só foi obtida no fim da tarde e Tite não mais foi encontrado para se pronunciar sobre o assunto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.