Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Ivan Storti/Divulgação
Ivan Storti/Divulgação

Santos tenta se recuperar e retornar ao G-4 contra o Coritiba

Time alvinegro vem de um empate sem gols com o Flamengo

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

22 de novembro de 2015 | 07h04

Santos e Coritiba se enfrentam no estádio Couto Pereira, em Curitiba, em momentos e posições bem distintos na tabela do Campeonato Brasileiro. O time alvinegro deixou o G-4 na última rodada e está em vias de decidir o título da Copa do Brasil. Já o Coxa vem de vitória contra adversário direto na luta contra o rebaixamento e mesmo sem poder contar com sua torcida hoje, mostra confiança em deixar a parte debaixo da tabela. 

Na quarta-feira, o STJD puniu o clube paranaense pela confusão de sua torcida com o Sport, em jogo válido pela 22ª rodada do Brasileiro. Por isso, o confronto será com portões fechados e o Coritiba ainda teve que pagar multa de R$ 50 mil.

Embora vá enfrentar o Palmeiras quarta-feira, na Vila Belmiro, pelo primeiro jogo da decisão da Copa do Brasil, o técnico Dorival Júnior parece que, por enquanto, deve tratar as duas competições com o mesmo peso. Por isso, avisou que vai escalar o que tem de melhor, mesmo com a proximidade do jogo decisivo. 

O Santos tenta conciliar os dois torneios para conseguir garantir a classificação na Libertadores seja pela Copa do Brasil - caso conquiste o título - ou ficando entre os quatro primeiros do Brasileiro, posição que ocupou por várias rodadas, até empatar com o Flamengo na última rodada e ver o São Paulo derrotando o Atlético-MG. 

Além da briga na tabela, o treinador tem outra preocupação. O time jogou muito mal contra o Flamengo e apresentou algumas falhas que não estavam ocorrendo. A ideia de Dorival é aproveitar a partida com o Coritiba para tentar fazer os ajustes necessários que deixem a equipe mais equilibrada na marcação e com organização do meio para frente para chegar com maior tranquilidade no jogo de quarta-feira.

A confiança em reverter a posição na tabela é grande. “Eles (São Paulo) estavam atrás da gente, mas temos totais condições de passá-los no final de semana”, disse o atacante Gabriel. O São Paulo joga às 17h contra o Corinthians, no Itaquerão. Logo, o Santos entrará em campo já ciente se terá ou não chance de voltar ao G-4 nesta rodada.

Em relação ao time, Dorival conta com o retorno do meia Lucas Lima, que estava suspenso contra o Flamengo. O treinador pretende escalar força máxima hoje e, dependendo do que acontecer na rodada e no jogo de quarta, pode escalar um time reserva diante do Vasco, domingo que vem.

Para se manter firme na briga pelo G-4, melhor o desempenho fora de casa é fundamental. A equipe venceu apenas uma como visitante. “O fato é que não conseguimos fazer resultado fora de casa. Temos de encarar a realidade”, admite o treinador.

No Coritiba, o técnico Pachequinho ainda comemora a vitória fora de casa por 3 a 1 sobre o Goiás, resultado que fez com que o Coritiba tenha chance de sair da zona de rebaixamento nesta rodada. 

O treinador contará com o retorno do zagueiro Rafael Marques e do atacante Kleber Gladiador, que estavam suspensos. Por outro lado, o volante Alan Santos recebeu o terceiro cartão amarelo e em seu lugar, Cáceres deve ser o escolhido

FICHA TÉCNICA

CORITIBA: Wilson; Leandro Silva, Rafael Marques, Juninho e Carlinhos; João Paulo, Cáceres, Thiago Lopes e Juan; Kleber e Henrique Almeida

Técnico: Pachequinho

SANTOS: Vanderlei; Daniel Guedes, Gustavo Henrique, David Braz e Zeca; Thiago Maia, Renato e Lucas Lima; Marquinhos Gabriel, Gabriel e Ricardo Oliveira

Técnico: Dorival Júnior

ÁRBITRO: Marielson Alves Silva (BA)

LOCAL: Couto Pereira, em Curitiba

HORÁRIO: 19h30

Tudo o que sabemos sobre:
Santos FCFutebolCoritibaBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.