Santos: críticas impressionam Flávio

O ambiente tumultuado depois da derrota para o Palmeiras, pelo Campeonato Paulista, impressionou o lateral-direito Flávio. Revelado pelo Fluminense, em 1998, o jogador de 25 anos - aniversaria neste sábado - não esperava tantas cobranças com a quebra da invencibilidade no Estadual. "Fiquei um pouco assustado com tantas críticas, pois se não estamos fazendo uma campanha excelente, também não é tão ruim", ponderou. "Poderíamos estar rendendo mais, mas não há motivo para tanta pressão." Segundo Flávio, apesar se não merecerem, cabe aos próprios jogadores do Santos acabar com a pressão que vêm enfrentando. "Se jogarmos bem e vencermos, tudo isso acaba", disse o lateral, que substituirá Paulo César, lesionado, contra o União Barbarense. Apesar da má colocação do adversário na tabela - o União Barbarense está no 17.º lugar, com 10 pontos -, Flávio não considera o Santos favorito domingo. "Já enfrentamos a Portuguesa Santista e o Guarani, times em piores situações que a nossa, e não conseguimos vencer", disse o jogador, lembrando dos empates por 1 a 1 e 0 a 0, respectivamente. Por isso, o lateral considera o confronto da Vila Belmiro como decisivo. "Se deixarmos de somar três pontos, ficará muito difícil tirarmos a vantagem do São Paulo", disse o jogador, que chegou em 2004 ao Santos, depois de ter passado um ano no Chernomorets, da Rússia. Em quase um ano na Vila Belmiro, Flávio acredita que conseguiu superar uma de suas deficiências: a marcação. "Tenho conversado muito com o Oswaldo de Oliveira e acho que melhorei bastante nesse aspecto", explicou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.