Santos dá prazo para Deivid voltar

O Santos deu prazo de 48 horas para que o atacante Deivid se reapresente na Vila Belmiro. Depois de ter conseguido liminar junto ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT), o clube conseguiu manter o vínculo com o atleta, "pelo contrato laboral", até que haja decisão sobre a pendência entre os santistas e os dirigentes do Nova Iguaçu, do Rio. Nesta sexta-feira, os procuradores do atleta informaram que ele ainda não foi notificado da decisão e o advogado que acompanha o processo, Luís Guilherme Gutman, disse que irá tomar conhecimento do assunto na terça-feira, já que é feriado estadual paulista na segunda.Gutman disse que soube da decisão pelos jornais e que "sendo verdade, soa estranha, já que o contrato de trabalho por tempo determinado acabou e mantê-lo significa obrigar o jogador a trabalhar onde ele não quer e isso não pode ocorrer, pois o tempo da escravidão já acabou". O advogado classificou de "mentirosa" a informação de que o passe do jogador está bloqueado na CBF, impossibilitado de ser transferido para outro clube. "Já me informei e não há essa anotação, mesmo porque a CBF não tem competência para fazer isso, a não ser por força de decisão judicial".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.