Keiny Andrade/AE
Keiny Andrade/AE

Santos decepciona novamente e fica no 0 a 0 com o Barueri

Kléber Pereira é expulso no segundo tempo e desfalca a equipe santista no clássico contra o São Paulo

Tercio David, estadao.com.br

17 de outubro de 2009 | 20h29

Mais uma atuação decepcionante. Novamente sem apresentar um grande futebol, o Santos não passou de um 0 a 0 com o Barueri, neste sábado, na Arena Barueri, pela 30.ª rodada do Campeonato Brasileiro, e praticamente deu adeus às esperanças de conseguir uma vaga na Libertadores.

Veja também:

MASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Mais do que isso, o time de Vanderlei Luxemburgo, que vai a 41 pontos, pode já começar a ser pressionado pelo Atlético Paranaense na briga por um lugar na Copa Sul-americana, uma vez que também deixou de superar um dos rivais diretos, o Barueri, que também chega a 41 pontos, mas tem melhor saldo de gols.

Na próxima rodada, o Santos (sem Kleber Pereira, expulso, e Eli Sabiá, que tomou o terceiro amarelo) encara o clássico contra o São Paulo, na Vila Belmiro, no domingo, às 16 horas. Na véspera, o Barueri visita o Náutico, em Recife, às 18h30.

 BARUERI 0
Renê; Xandão     , André Luís e Leandro Castan; Eder (Everton), Ralf     , João Vitor     , Thiago Humberto e Márcio Careca; Henrique Dias (Basílio) e Val Baiano (William).
Técnico: Diego Cerri.
 SANTOS 0
Felipe; Pará, André Astorga     , Eli Sabiá      e Triguinho; Rodrigo Mancha (Triguinho), Rodrigo Souto, Gil (Robinho), Madson      e Felipe Azevedo (Alan Patrick); Kléber Pereira     .
Técnico: Vanderley Luxemburgo.
Árbitro: Marcelo Aparecido R. de Souza (SP).

Renda: R$ 74.030

Público: 3.688

Estádio: Arena Barueri, em Barueri (SP)

EMOÇÃO SÓ NO FIM

No primeiro tempo, o Barueri apostou nos erros do Santos para tentar chegar ao gol, mas não conseguiu chegar com perigo nenhuma vez, devido aos muitos erros de passe no campo de ataque. A equipe de Vanderlei Luxemburgo sofreu na primeira etapa com a distancia entre os setores, defesa, meio-de-campo e ataque, o que facilitava a marcação do time do técnico Diego Cerri.

O Barueri continuou melhor no jogo no segundo tempo, com mais vontade de sair de campo com a vitória. O Santos tentou jogar de igual para igual, mas só enquanto teve 11 em campo (Kleber Pereira foi expulso aos 29, após tomar o segundo amarelo, também por falta dura no meio-de-campo).

No final, o Barueri pressionou ainda mais, mas esbarrou em mais uma boa atuação do goleiro santista Felipe, que assegurou o 0 a 0 do placar. Na última chance do jogo, já nos descontos, William acertou o travessão santista, assustando a torcida visitante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.