Santos decide destino de Rincón na 2ª

A diretoria do Santos decide nesta segunda-feira o destino de Rincón, jogador que está vinculado ao clube e pretende sua liberação para assinar contrato com outro time, provavemente o São Paulo. As possibilidades de o colombiano permanecer na Vila Belmiro são mínimas: para ficar, ele terá que aceitar um salário bem menor no clube. Só que seu vínculo é com os santistas e, para sair, terá que arcar com a multa da rescisão contratual. No meio desse caminho, o atleta tem um crédito em torno de R$ 4 milhões junto a diretoria. Assim, as conversações entre os dirigentes e o procurador do volante, Renato Caio, devem cuidar dos detalhes.O presidente Marcelo Teixeira pretende fazer uma última tentativa de manter o colombiano na Vila Belmiro, principalmente depois da boa atuação de Rincón na recuperação do time no Campeonato Paulista, que levou a desacreditada equipe às semifinais.Como tem consciência de que terá muita dificuldade em conseguir sucesso nessa empreitada, já pensa no substituto. O nome mais cotado é o do meia Marquinhos, da Portuguesa. Os santistas estão negociando essa transferência e querem envolver o volante Claudiomiro na troca.

Agencia Estado,

03 de junho de 2001 | 15h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.