Santos decide vaga contra Universidad

De cima de uma árvore próxima ao muro que divide a rua do CT Rei Pelé, um garoto vestido com a camisa do time se equilibrava para ver o treino do Santos, fechado por determinação do técnico Gallo. Em duas palavras, o santista deu a deixa para o que será a decisão desta quarta-feira, às 19h15, contra a Universidad de Chile, na Vila Belmiro, valendo vaga para a fase de quartas-de-final da Copa Libertadores: "Pedala, Robinho!" O Santos tem de fazer gols. O time perdeu por 2 a 1 no confronto de ida, em Santiago, e agora precisa ganhar por 1 a 0 para se classificar. Um novo 2 a 1 para os brasileiros leva a decisão aos pênaltis. Acima disso, com diferença de um gol, qualquer resultado favorece o clube chileno, assim como o empate.O apelo do torcedor na árvore foi endossado em coro pelos atletas do time e também pelo treinador santista. Se Robinho estiver inspirado na Vila, dificilmente o Santos perde o jogo e a vaga para o rival. E o craque brasileiro mostrou-se animado em decidir mais uma vez o resultado em favor do seu time. "Não me vejo como o craque da equipe. Aqui há bons jogadores. E só consigo fazer o que faço porque a bola chega redonda aos meus pés. Se puder ajudar o Santos a vencer e ficar com a vaga, melhor. Se tiver gol meu, melhor ainda. O que posso afirmar é que não passa sequer perto da minha cabeça ser eliminado nesta fase da Libertadores", disse o atleta, mais protegido que nunca por Deus.Robinho apareceu nesta terça-feira no treino usando uma medalha no pescoço maior que uma moeda de um real, em que estava escrito "Jesus", preso à uma corrente grossa de ouro. Fazia ver de longe. No pulso esquerdo, em trabalho de trança colorida, uma pulseira também com o nome de "Jesus". "Sou cristão e gosto de usar proteção", disse, sem referência ao jogo com os chilenos.O menino de ouro da Vila sabe bem também que um fracasso nesta quarta-feira poderá decretar seu fim de linha em Santos. Sua apresentação ao Real Madrid, de Vanderlei Luxemburgo, está diretamente condicionada ao término de sua participação na competição sul-americana. Se isso acontecer, Robinho deve seguir disputando o Campeonato Brasileiro até perto da reapresentação do elenco madrileno após as férias. Wágner Ribeiro, empresário do atleta, costuma dizer em segredo que seu cliente já tem tudo acertado com o clube espanhol, mesmo com as bravatas do presidente santista Marcelo Teixeira, que aposta na permanência do craque. Pessoas ligadas ao Arsenal estariam em Santos atrás do atacante.O técnico Gallo também aposta pesado em Robinho. Ele disse que o jogador, todos sabem, é acima da média tanto na parte técnica quanto física. "Eu aposto em Robinho. Tenho certeza que ele decidirá o jogo", comentou, antes de ressaltar a qualidade de seus outros jogadores.O atacante estava animado, mesmo após duas horas de trabalho debaixo de chuva. Fez brincadeiras com Deivid, ambos quase carecas, dizendo fazer parte do "Bonde dos Carecas", uma referência à tribo dos cabelos raspados. Mas bateu no peito para afirmar que o Santos ganha o jogo da Universidad do Chile. "O torcedor confia em mim e eu nele. Estou concentrado para vencer o duelo. É uma partida que todo atleta gosta de jogar."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.