Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Santos deixa de lado o Brasileirão e prioriza a Copa do Brasil

Clube da Vila Belmiro admite dificuldade em se aproximar de rivais do G-4 e escolhe torneio mata-mata como rota para a Libertadores

Sanches Filho, O Estado de S. Paulo

27 de agosto de 2014 | 07h00

Em queda livre no Campeonato Brasileiro, o Santos vai apostar alto na Copa do Brasil para tentar se classificar para a Libertadores do ano que vem. E pode ter um reforço de peso para o jogo de ida das oitavas de final contra o Grêmio, que será disputado nesta quinta-feira em Porto Alegre: recuperado de um estiramento muscular na coxa direita, Robinho treinou no campo nesta terça-feira, bateu na bola e deu piques.

Com a derrota para o São Paulo, o Santos ficou a 16 pontos do líder Cruzeiro e a oito do quarto colocado (Corinthians). O Comitê de Gestão avalia como pequena a chance de o time chegar à Libertadores pelo Campeonato Brasileiro, e essa conclusão deve ter sido repassada a Oswaldo de Oliveira na longa conversa à beira do campo com o presidente Odílio Rodrigues, o gerente de futebol Zinho e o superintendente de futebol André Zanotta nesta terça-feira à tarde.

O treinador admite que o Santos é inferior ao Cruzeiro e ao São Paulo, e além disso o time perdeu de Fluminense, Corinthians e Internacional – times que estão no bloco de cima.

Se no primeiro jogo contra o Londrina, na etapa anterior da competição, Oswaldo usou o time B, agora mandará a campo o que tem melhor na Arena Grêmio. E a direção santista se movimenta para transferir de 3 de setembro (quarta-feira), na Vila Belmiro, para o dia seguinte, no Pacaembu, o jogo de volta.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCCopa do BrasilGrêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.