Santos derrota a LDU na Libertadores

Desta vez, o fantasma da LDU não rondou a Vila Belmiro. Depois de atrapalhar a vida do Santos na temporada passada, o time equatoriano não suportou Robinho, que estava em noite inspirada. O atacante fez dois gols e liderou o time santista na vitória por 3 a 1, nesta quarta-feira à noite, pela quarta rodada do grupo 2 da Copa Libertadores da América. Com esta boa vitória em casa, o Santos soma 6 pontos e se iguala ao Danubio, do Uruguai, e à própria LDU. Os uruguaios levam vantagem no saldo de gols: 4 contra 2 dos santistas. Duas equipes de cada chave vão se classificar para as oitavas-de-final da Libertadores.O Santos começou sofrendo com o estigma de atuar mal diante da LDU. Logo aos 2 minutos, Urrutia surgiu como um raio no meio da área santista e tocou sem defesa para o goleiro Henao, abrindo o placar.O time do técnico Gallo sentiu o golpe. Urrutia quase ampliou aos 7 minutos, mas o goleiro colombiano Henao fez ótima defesa. O mesmo atacante da LDU ainda teve mais uma chance, aos 10, mas falhou. Mas, aos 20 minutos, Robinho começou a jogar. Numa bobeada da defesa da LDU, Ricardinho fez sua função e lançou Robinho. O atacante passou por dois zagueiros e chutou. A bola ainda tocou na trave antes de entrar: 1 a 1. No segundo tempo, a virada veio logo aos 2 minutos. Ricardinho cobrou falta com maestria e fez 2 a 1. O técnico Oblitas, da LDU, buscou ganhar um melhor toque de bola, ao colocar, aos 10, o experiente Aguinaga, de 36 anos. Mas o Santos tinha Robinho. Aos 16 minutos, em um cruzamento de Paulo César pela direita, Deivid falhou na finalização, mas a bola sobrou para Robinho conferir de cabeça e fazer o segundo dele, o terceiro do Santos. Endiabrado, Robinho iniciou um show na metade do segundo tempo. Em dois minutos, ele criou três grandes oportunidades de marcar. Nas duas que finalizou, o goleiro Mora impediu o gol. Quando serviu Ricardinho, viu o capitão acertar a trave equatoriana.Com a vantagem, Robinho relaxou e a LDU encontrou espaços na desatenta defesa santista. Exceção ao goleiro Henao, que foi bem e garantiu a posição de titular.Restam duas rodadas para o fim da primeira fase da Libertadores. O Santos viaja para enfrentar o Danubio, no Uruguai, dia 20, e recebe na última rodada o Bolívar, dia 11 de maio, na Vila Belmiro. Quatro pontos devem garantir o time de Robinho entre os 16 melhores da competição.Confira a classificação, os resultados e os próximos jogos da Copa Libertadores 2005.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.