Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC
Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC

Santos derrota Colo-Colo e vai à final da Libertadores feminina

'Serias da Vila' fizeram 3 a 0 na equipe chilena jogando na Arena Amazônia, em Manaus

Estadão Conteúdo

30 de novembro de 2018 | 09h18

O time feminino do Santos fez bonito na noite desta quinta-feira e garantiu sua vaga na final da Copa Libertadores. As "sereias da Vila", como o próprio clube chama, derrotaram o Colo-Colo por 3 a 0, na Arena Amazônia, em Manaus, e asseguraram o retorno à final, o que não acontecia desde o bicampeonato de 2010.

Com o resultado, as santistas alcançaram a final de forma invicta e com aproveitamento de 100% até agora. O time feminino do Santos ainda ostenta o melhor ataque da competição, com 16 gols marcados, sob o comando da técnica Emily Lima, ex-seleção brasileira. A equipe brasileira busca o tricampeonato, após ser campeão em 2009 e 2010, nas duas primeiras edições do campeonato.

A grande decisão da Libertadores será neste domingo, às 21h30 (de Brasília), novamente na Arena Amazônia, contra o Atlético Huila, da Colômbia. A equipe colombiana avançou, também nesta quinta, ao eliminar o Iranduba, time local do Amazonas. Os dois times empataram por 1 a 1 no tempo normal, mas o Atlético Huila levou a melhor nas cobranças de pênaltis.

Para superar as chilenas nesta quinta, as santistas foram lideradas pela atacante Chú, que também defende a seleção brasileira. Ela entrou no segundo tempo para marcar dois dos três gols da equipe nacional. Sandrinha fez o terceiro gol.

Todos os gols da partida foram marcados na etapa final. O primeiro veio aos 19 minutos, quando Chú aproveitou a sobra dentro da área e só completou para as redes. O segundo, também da atacante, foi de cabeça, após Maurine acertar belo cruzamento da direita, aos 21.

O terceiro foi marcado aos 38 em situação incomum. Quando a maior parte das jogadores do Santos pediram uma falta dentro da área, e a jogadora santista estava deitada no gramado reclamando de dores, a bola sobrou para Maria, que acionou Sandrinha e mandou para o gol, selando a vitória e a classificação santista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.