Célio Messias/AE
Célio Messias/AE

Santos derrota o Mirassol e sobe para a 5ª colocação na tabela do Paulista

Juan, Borges e Edu Dracena assinaram os gols da vitória do time da Baixada Santista por 3 a 1

GABRIEL MELLONI, Agência Estado

18 de fevereiro de 2012 | 20h35

SÃO PAULO - O Santos venceu o Mirassol neste sábado por 3 a 1, fora de casa, pela oitava rodada do Campeonato Paulista. Com os gols de Juan, Borges e Edu Dracena, a equipe subiu na tabela, chegou aos 15 pontos e assumiu a quinta colocação da competição, entrando na briga pelos primeiros lugares.

Já o Mirassol, encerrou uma série de três partidas sem derrota, estacionou nos nove pontos, e caiu para a 13.ª posição. Na próxima rodada, a equipe enfrenta o Linense, fora de casa, às 19h30, na quarta-feira. No mesmo dia e horário, o time da Vila Belmiro, que segue com o gramado em reforma, recebe o Comercial na Arena Barueri.

O Santos foi para a partida com o desfalque do goleiro Rafael, que sentiu um problema na coxa, mas contando com a estreia do lateral Juan. E o jogador, recém-contratado junto ao São Paulo, seria importante para a vitória, anotando o primeiro gol da partida.

O JOGO

A equipe santista começou melhor a partida e levou perigo logo aos 7 minutos do primeiro tempo. Juan recebeu pela esquerda e cruzou para Borges, que tocou de primeira, mas mandou por cima do gol. Foi a primeira chegada da equipe, que não demoraria para abrir o placar.

Quatro minutos depois, novamente o lateral Juan apareceu bem, mas desta vez marcou o gol. Ele aproveitou sobra de bola, após cruzamento afastado pela zaga do Mirassol, dominou, cortou para a esquerda e bateu forte, de fora da área, no canto direito de Fernando Leal.

Com a vantagem no placar, o Santos diminuiu o ritmo e passou a valorizar mais a posse de bola. Mesmo assim, a equipe ainda chegou com perigo em mais duas oportunidades, com Borges, que parecia ansioso para fazer seu primeiro gol nesta temporada.

O time visitante ainda chegou mais uma vez com perigo na etapa inicial, em uma cobrança de falta de Neymar, aos 31 minutos. Enquanto isso, o Mirassol terminou o primeiro tempo sem dar nenhuma finalização de perigo ao gol de Aranha.

Logo no segundo minuto da etapa final, o Santos conseguiu ampliar o placar. Juan tocou para Ganso, que tentou dar um chapéu, mas Acleisson interceptou com a mão. O juiz marcou pênalti e na cobrança o atacante Borges marcou seu primeiro gol na temporada e o segundo da equipe na partida.

A vantagem, no entanto, durou pouco. Cinco minutos depois, Xuxa arrancou da intermediária e após dividir com Henrique a bola sobrou para Preto. O atacante bateu firme, no ângulo esquerdo do goleiro Aranha, e fez o primeiro gol do Mirassol.

O gol animou o time da casa, que equilibrou as ações, mas a partida começou a ficar truncada, com muitas jogadas violentas e cartões amarelos de ambos os lados. Assim, em uma cobrança de falta, o Santos voltou a marcar.

Aos 18 minutos, Neymar sofreu uma entrada dura quando tentava entrar na área adversária. Elano bateu a falta pela esquerda na cabeça de Edu Dracena, que finalizou firme, na primeira trave, e ampliou o placar.

Aos 35 minutos, Neymar levou perigo novamente. O atacante recebeu grande passe de Ganso e saiu de frente para o gol. Ele tentou encobrir Fernando Leal, que esperou até o último momento e conseguiu fazer a defesa. O goleiro ainda voltou a aparecer bem aos 41 minutos, ao defender um chute de Borges.

MIRASSOL 1 x 3 SANTOS

MIRASSOL - Fernando Leal; Eric, Dezinho, Matheus Ferraz e Márcio Careca (Samuel); Alex Silva, Sérgio Manoel (Acleisson), Xuxa e Gilsinho (Esley); Preto e Borebi. Técnico: Ivan Baitello.

SANTOS - Aranha; Fucile, Edu Dracena, Durval e Juan; Arouca, Henrique, Ibson (Elano) e Paulo Henrique Ganso (Felipe Anderson); Neymar e Borges (Dimba). Técnico: Muricy Ramalho.

Gols- Juan, aos 11 minutos do primeiro tempo. Borges, aos 2, Preto, aos 7, e Edu Dracena, aos 18 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Sérgio Manoel, Márcio Careca, Acleisson, Xuxa, Gilsinho, Eric, Aranha, Paulo Henrique Ganso, Neymar.

Cartão vermelho - Esley.

Árbitro - Philippe Lombard.

Renda - R$ 342.178,00.

Público - 8.140 pagantes.

Local - Estádio Municipal de Mirassol, em Mirassol (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.