Santos derrota São Paulo por 3 a 0 e vai à final

O Santos nem precisava, mas venceu o São Paulo por 3 a 0, na tarde deste domingo, na Vila Belmiro, e garantiu sua vaga na final do Paulistão. Como já tinham vencido no Morumbi por 3 a 2, os santistas poderiam até perder no segundo jogo, mas confirmaram a classificação com uma vitória contundente. Agora, esperam a definição do adversário no confronto entre Santo André e Prudente.

ANDRÉ AVELAR, Agência Estado

18 de abril de 2010 | 18h15

Precisando da vitória na Vila Belmiro, o técnico Ricardo Gomes mexeu bastante na equipe do São Paulo. Tirou os laterais Jean e Júnior César para promover as entradas de Cicinho e Richarlyson. E no ataque, o grandalhão Washington deu lugar ao baixinho e veloz Fernandinho. Do outro lado, Dorival Júnior decidiu reforçar a marcação no meio-de-campo, tirando o atacante André para a entrada do volante Pará.

Mas a formação tática das equipes não refletiu o jogo apresentado dentro de campo. Em tese mais ofensivo, o São Paulo viu o Santos tomar a iniciativa. Por duas vezes, Robinho esteve frente a frente com Rogério Ceni e chegou até a reclamar de um pênalti não marcado. Enquanto isso, o ataque são-paulino não conseguiu levar muito perigo ao gol santista. Assim, o primeiro tempo terminou 0 a 0.

Aí, no segundo tempo, brilhou a estrela de Neymar, o principal nome deste jovem e fascinante time do Santos. Aos 14 minutos, ele abriu o placar no clássico, quando tropeçou em Alex Silva e, mesmo caído, completou o cruzamento de Marquinhos. Os são-paulinos reclamaram que o atacante santista empurrou a bola com a mão, mas o árbitro validou o gol. Com isso, a situação ficou ainda pior para o São Paulo.

Tranquilo com a vantagem construída desde o primeiro jogo no Morumbi, o Santos continuou sendo sempre perigoso no ataque. Assim, conseguiu ampliar aos 38 minutos, quando Neymar bateu o pênalti sofrido por ele mesmo - na cobrança, fez a paradinha, enganando o goleiro Rogério Ceni. Depois, com o São Paulo já entregue, Paulo Henrique Ganso ampliou aos 41, fechando a vitória santista. Agora, vem a final.

FICHA TÉCNICA:

Santos 3 x 0 São Paulo

Santos - Felipe; Pará, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Wesley, Marquinhos (Rodrigo Mancha) e Paulo Henrique Ganso; Robinho (Zé Eduardo) e Neymar (Madson). Técnico: Dorival Júnior.

São Paulo - Rogério Ceni; Cicinho, Alex Silva, Miranda e Richarlyson; Rodrigo Souto, Cléber Santana (Washington), Hernanes e Jorge Wagner; Dagoberto e Fernandinho (Léo Lima). Técnico: Ricardo Gomes.

Gols - Neymar, aos 12 e aos 38 (pênalti), e Paulo Henrique Ganso, aos 41 minutos do segundo tempo.

Árbitro - José Henrique de Carvalho.

Cartões amarelos - Durval, Marquinhos, Rogério Ceni, Cicinho, Alex Silva, Richarlyson, Rodrigo Souto, Hernanes e Dagoberto.

Renda e público - Não disponíveis.

Local - Vila Belmiro, em Santos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.