Santos desiste de contratar o técnico Gerardo Martino

Argentino pretende voltar a trabalhar, quando deixar o Newell's, só em janeiro de 2014

SANCHES FILHO, Agência Estado

28 de junho de 2013 | 19h31

SANTOS - O vice-presidente do Santos, Odílio Rodrigues, revelou nesta sexta-feira que o clube desistiu de contratar o treinador argentino Gerardo Martino, que vai deixar o comando do Newell''s Old Boys após a disputa da Libertadores - enfrentará o Atlético-MG nas semifinais. Assim, o time santista continua, por tempo indeterminado, nas mãos do interino Claudinei Oliveira.

O motivo para a desistência é que, a exemplo do argentino Marcelo Bielsa - outro técnico tentando pelo Santos após a demissão de Muricy Ramalho no final de maio -, Gerardo Martino pretende voltar a trabalhar, quando deixar o atual campeão argentino, só em janeiro de 2014. E a diretoria santista não está disposta a esperar. "Não vem mais", avisou Odílio Rodrigues.

O dirigente também confirmou nesta sexta-feira o acerto com a Universidad de Chile para a contratação do lateral-esquerdo Mena, por quem pagará US$ 3,5 milhões (R$ 7,7 milhões) pelo empréstimo de um ano. Após o término do empréstimo, em 30 de maio de 2014, o defensor passará a pertencer ao Santos. "Está faltando o jogador fazer os exames médicos definir a duração do contrato", disse Odílio Rodrigues.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCGerardo Martino

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.