Sergio Castro/Estadão
Sergio Castro/Estadão

Santos desiste de mandar clássico no Pacaembu e enfrentará o Corinthians na Vila

Tradicional 'alçapão' santista abrigará o confronto a partir das 21h30 do próximo dia 12

Rafael Franco, Estadão Conteúdo

28 de maio de 2019 | 08h15

Em mudança confirmada na noite da última segunda-feira, a CBF informou que o Santos não mandará mais no estádio do Pacaembu o clássico do próximo dia 12 de junho, diante do Corinthians, diferentemente do que estava inicialmente programado para ocorrer. A Vila Belmiro foi oficializada pela entidade como palco do duelo válido pela nona rodada do Campeonato Brasileiro.

O tradicional "alçapão" santista abrigará o confronto a partir das 21h30 do próximo dia 12, uma quarta-feira, no último compromisso dos dois clubes antes da pausa do Brasileirão motivada pela disputa da Copa América, que será realizada em solo nacional entre 14 de junho e 7 de julho.

A CBF confirmou que a mudança para a Vila Belmiro aconteceu por "opção do clube mandante". Inicialmente, o Santos marcou o clássico para o Pacaembu de olho na boa renda que a maior capacidade de público do estádio paulistano poderia proporcionar, mas depois acabou priorizando o aspecto esportivo ao levar em conta o bom desempenho do time comandado pelo técnico Jorge Sampaoli em partidas no seu estádio nesta temporada: são quatro vitórias e um empate em cinco jogos no local em 2019.

No último domingo, no empate por 0 a 0 com o Internacional, pela sexta rodada do Brasileirão, a equipe santista perdeu os seus primeiros pontos em confrontos na Vila Belmiro no ano. E o fato de o local ter recebido quase 13 mil torcedores neste confronto com o rival gaúcho ajudou a motivar a direção santista a marcar o clássico para o estádio do clube, onde os mandantes esperam fazer valer a pressão da torcida, exercida muito próxima ao gramado, para superar o adversário alvinegro.

As duas equipes já se enfrentaram por três vezes nesta temporada, sendo duas delas em Itaquera e uma no Pacaembu. Na Arena Corinthians, os dois times primeiro empataram por 0 a 0, pela fase de grupos do Paulistão, e depois o time dirigido por Fábio Carille venceu por 2 a 1 na partida de ida das semifinais do Estadual. No jogo de volta do mata-mata, no estádio municipal paulistano, os santistas ganharam por 1 a 0, mas acabaram eliminados da competição na disputa por pênaltis.

Com a vitória por 1 a 0 sobre o São Paulo no clássico do último domingo, em Itaquera, o Corinthians ultrapassou o próprio rival do Morumbi e o Santos no Brasileirão, na qual agora ocupa a terceira posição, com 11 pontos. Com a mesma pontuação, a equipe são-paulina e o time de Sampaoli figuram respectivamente na quarta e na quinta colocações.

Antes de reencontrar os corintianos no próximo dia 12 de junho, os santistas terão pela frente mais três jogos, sendo o próximo neste domingo, contra o Ceará, no Castelão, em Fortaleza, pela sétima rodada do Brasileirão. Em seguida, farão dois duelos consecutivos com o Atlético-MG, ambos no Pacaembu, palco do confronto de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, no dia 6, e do jogo válido pela oitava jornada do Brasileiro, no dia 9.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.